Tecnologia pode auxiliar despesas do trabalhador rural 

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) lançou, neste mês, uma Plataforma Digital de Registro e Gestão de Tratores e Equipamentos Agrícolas  

Manaus – A chegada da Black Friday parece ser a oportunidade perfeita para que consumidores, de todo o País, encontrem produtos que sempre desejaram, pelo melhor preço. No setor agrícola essa lógica não é diferente. Isso porque existem diversos maquinários e equipamentos de trabalho rural com ofertas que devem agradar o bolso do comprador.

Se tratando de economia, vale dizer que o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) lançou, neste mês, uma Plataforma Digital de Registro e Gestão de Tratores e Equipamentos Agrícolas, o ID Agro. Com ela é possível garantir o registro oficial de tratores e equipamentos agrícolas, sem custo.

Ou seja, com o novo sistema, desenvolvido em parceira entre a Secretaria de Inovação, Desenvolvimento Rural e Irrigação do Mapa e o Instituto CNA (ICNA), é mais uma forma de diminuir seus gastos. Além disso, a despesa menor, serve de estímulo para adquirir equipamentos, como uma colheitadeira Case, por exemplo.

Com a Plataforma Digital de Registro e Gestão de Tratores e Equipamentos Agrícolas, o ID Agro,  é possível garantir o registro oficial de tratores e equipamentos agrícolas, sem custo (Foto: Divulgação)

Caso seu objetivo seja ir em busca de colheitadeiras usadas à vendao ID Agro também é uma bela opção, já que facilita a comercialização de equipamentos usados, o acesso ao crédito e as ações de segurança em relação a roubos e furtos.

Outra vantagem disponibilizada pelo site é que, com o registro, passa a ser permitido o trânsito de veículos em vias públicas, sem necessariamente ter o licenciamento e emplacamento.

Evento

O ID Agro foi lançado durante uma cerimônia na sede da CNA e contou com a presença da ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento). Na ocasião, ela enfatizou que o sistema foi implementado rapidamente pelo Mapa e pela CNA, para adequar os equipamentos agrícolas à legislação de trânsito do Brasil. “São ferramentas como esta, simples, sem custo para o agricultor, mas de grande valia, que queremos ter cada vez mais em nossa agricultura, porque é isso que precisamos”.

Além disso, o evento marcou o primeiro  registro de trator na plataforma, quando o produtor rural Antonio Inda, de Cabeceira Grande (MG), fez a impressão do QR Code do Renagro e colou o adesivo no seu novo trator.

Anúncio