Tropical Hotel deixa de pagar acordo de R$ 8 milhões e tem energia cortada

A dívida do hotel ‘cinco estrelas’ já se arrasta por mais de 20 anos e chegou a R$ 20 milhões, de acordo com a Amazonas Energia

Manaus – Considerado o hotel de mais alto padrão da Região Norte, o Tropical Hotel Manaus teve o fornecimento de energia elétrica cortado, após não pagar uma dívida de R$ 8 milhões para a Amazonas Energia. A dívida do hotel ‘cinco estrelas’ já se arrasta por mais de 20 anos e chegou a R$ 20 milhões, de acordo com a assessoria de imprensa da concessionária de energia.

A interrupção do fornecimento de energia ao hotel de luxo, localizado na Avenida Coronel Teixeira, bairro Ponta Negra, zona oeste da capital, aconteceu na última sexta-feira (10).

(Foto: Divulgação/Tropical Hotel)

De acordo com a Amazonas Energia, a última negociação entre a concessionária e o hotel ocorreu em abril de 2019, quando a empresa concedeu desconto de 60% sobre o valor de uma dívida de mais de R$ 20 milhões do hotel. O acordo, que previa o pagamento de R$ 8 milhões pelo Tropical Hotel, também não foi cumprido. “Desde o ano de 2018 até o presente momento, foram realizados três cortes por inadimplemento, entretanto a Distribuidora realizava o religamento mediante liminares”, informou a concessionária.

Segundo a Amazonas Energia, todo o procedimento realizado foi feito de forma legítima, obedecendo às regras contidas na Resolução 414/2010 da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) – (art. 172), que autoriza a suspensão no fornecimento de energia para todas Distribuidoras de Energia do País, em caso de inadimplemento.

O GRUPO DIÁRIO DE COMUNICAÇÃO (GDC) tenta contato com a administração do Tropical Hotel para comentar sobre o caso.