Bolsa Universidade: começa prazo para reativação de bolsa suspensa

Reativação do benefício começou nesta segunda-feira (3) e se estende até 30 de julho. De acordo com a Semad, o bolsista pode solicitar a suspensão do benefício por até um ano

Manaus – Bolsistas que solicitaram suspensão temporária do benefício pelo Programa Bolsa Universidade, da Prefeitura de Manaus, podem realizar, a partir desta segunda (3), a reativação da bolsa e estudar no próximo semestre. O prazo vai até 30 de julho.

Prefeitura abriu prazo para reativação de bolsa suspensa do Programa Bolsa Universidade (Foto: Divulgação/Semad)

O alerta é da Secretaria Municipal de Administração, Planejamento e Gestão (Semad), que coordena o programa, por meio da Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional (Espi), coordenadora do programa de socioinclusão.

De acordo com o secretário da Semad, Lucas Bandiera, pela legislação do programa, o bolsista pode solicitar a suspensão do benefício por até um ano. “Casos como gravidez de risco, problemas médicos, serviço militar obrigatório, até a falta de recursos financeiros permitem ao beneficiário a suspensão da bolsa”, explicou.

A diretora-geral da Espi, Stela Cyrino, afirmou que o prazo prevê que o bolsista possa voltar aos estudos ainda no início do próximo semestre. “É importante que o beneficiário esteja atento ao seu prazo, que conta desde a solicitação de suspensão, excepcionalmente os que estão próximos a completar um ano com a bolsa suspensa, para que efetivem a reativação e não percam o benefício”, frisou.

Para realizar a reativação da bolsa, os estudantes devem comparecer, das 8h às 17h, a sede da Espi/Semad, localizada na Avenida Professor Nilton Lins, nº 3.259, Parque das Laranjeiras, zona centro-sul, munidos de carteira de identidade, CPF, declaração da Instituição de Ensino Superior (IES), histórico e matriz curricular do curso.

Para atendimento e tira-dúvidas dos bolsistas, a Espi/Semad disponibiliza ainda, em horário comercial, os telefones 3215-4530 e 3642-7731.