Instituto Mamirauá abre novas inscrições para bolsas de pesquisa na Amazônia

Chamada Pública oferece oito vagas para projetos de pesquisa em unidades de conservação da Amazônia Central. Prazo para candidaturas vai até o dia 19 de abril

Manaus – Estão abertas as inscrições para bolsas de pesquisa do Instituto Mamirauá. A Chamada Pública nº 02/2019, realizada em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), oferece oito bolsas para pesquisadores, técnicos e especialistas para a realização de projetos de pesquisa do instituto. Os valores das bolsas são de R$ 2.860 e R$ 3.380, conforme estipulado na chamada. O prazo de inscrições termina no dia 19 de abril.

Instituto desenvolve projetos em conservação, biodiversidade, manejo de recursos naturais e desenvolvimento sustentável na Amazônia (Foto: Everson Tavares)

Os selecionados atuarão em algumas das diferentes linhas de pesquisa do instituto. São três vagas em Biodiversidade e Ecologia de Espécies Amazônicas, uma em Manejo de Recursos Naturais e Tecnologias Sustentáveis, uma em Organização Social e Governança Socioambiental, duas em Práticas Arqueológicas e Gestão de Patrimônio Cultural e uma em Geotecnologias e Gestão Territorial.

As formações exigidas para as candidaturas são nas áreas de Ciências Biológicas, Engenharias (Elétrica e Florestal), Antropologia, Ciências Sociais, Sociologia, Serviço Social, Arqueologia, História, Geografia, Ciências Agrárias e Ecologia.

O candidato deve ter disponibilidade para residir no local de desenvolvimento da pesquisa e sempre que necessário viajar às unidades de conservação onde o Instituto Mamirauá realiza suas pesquisas, para acompanhar ou desenvolver atividades de campo.

Mais informações sobre as bolsas, orientações para inscrição e envio de documentação para a candidatura estão disponíveis no documento da Chamada Pública nº 02/2019. Para acessá-lo, clique aqui.

Sobre o Instituto Mamirauá 

O Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá é uma unidade de pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). Fundada em 1999, a organização é sediada na cidade de Tefé, localizada na região central do estado do Amazonas. O instituto desenvolve projetos em conservação, biodiversidade, manejo de recursos naturais e desenvolvimento sustentável na Amazônia. Para saber mais, acesse o site da instituição.