MEC libera R$ 364 milhões para alimentação escolar em todo o País

O valor é referente à parcela do mês de maio, antecipado por causa da Covid-19

Brasília – O Ministério da Educação (MEC) informou, nesta quarta-feira (29), que foram liberados antecipadamente R$ 364,4 milhões para Estados e municípios aplicarem na alimentação escolar durante a pandemia do novo coronavírus. Os recursos são do Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação (FNDE). O valor é referente à parcela do mês de maio destinada às Unidades da Federação.

De acordo com as orientações do FNDE, devido à suspensão das aulas por causa da Covid-19, a distribuição de alimentos tem de ser feita por meio de kits, que devem ser elaborados conforme as regras do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), levando-se em conta os hábitos alimentares de cada região e a qualidade nutricional.

O Pnae oferece alimentação a cerca de 40 milhões de estudantes da educação básica pública em todo o País diariamente. Desde o início do ano, R$ 1,4 bilhão do programa foram destinados a Estados e municípios.

O Pnae oferece alimentação a cerca de 40 milhões de estudantes da educação básica pública em todo o País diariamente (Foto: Arquivo/Agência Brasil)

Anúncio