Olimpíada de Inglês incentiva a prática do idioma no Brasil

Concurso cultural que busca estimular o ensino da língua inglesa, com tecnologias já inseridas no cotidiano dos alunos em idade escolar de escolas públicas e particulares

Brasília – Estudantes e professores de escolas públicas e particulares são convidados para participar, de 1 a 31 de outubro, da segunda Olimpíada de Inglês – concurso cultural que busca estimular o ensino de inglês, com tecnologias já inseridas no cotidiano dos alunos em idade escolar. A iniciativa é da ChatClass , edtech que visa democratizar o ensino bilíngue por meio de tecnologias já inseridas no cotidiano dos alunos, juntamente com o Escritório de Ensino de Língua Inglesa (RELO) da Embaixada e dos Consulados dos EUA no Brasil.

(Foto: Divulgação)

Os participantes utilizarão a Inteligência Artificial (IA) da startup para realizar atividades de forma dinâmica e intuitiva pelo WhatsApp, treinando a fala, escrita, leitura e escuta. Para participar, os alunos devem, obrigatoriamente, fazer parte de uma turma de um professor cadastrado na plataforma e estar cursando o Ensino Fundamental 2 ou Médio em escolas públicas ou particulares. O concurso premiará em diversas categorias os participantes mais bem colocados no ranking nacional. Para participar, os interessados devem acessar o site: http://www.olimpiadadeingles.com.
“A Olimpíada de Inglês, sob o tema ‘We are the future of work’, veio para mostrar aos alunos em idade escolar as diversas possibilidades que o inglês pode ajudá-los a conquistar. Em uma ponta, temos os estudantes praticando escrita, escuta e a fala do idioma. Enquanto, na outra, os educadores conseguem entender as dificuldades individuais de cada aluno por meio da plataforma ChatClass, incentivando ainda mais o aprimoramento do idioma”, explica Jan Krutzinna, CEO e fundador da ChatClass.
“Apoiamos a Olimpíada de Inglês e muitos outros programas e iniciativas de nosso escritório. A Embaixada e os Consulados dos EUA comprometem-se a oferecer um amplo acesso a oportunidades para alunos e recursos de qualidade para professores de inglês. Acreditamos que o domínio da língua inglesa promove prosperidade econômica, mobilidade educacional, bem como a compreensão entre os povos do Brasil e dos EUA,” diz Jennifer Uhler, diretora do RELO.

Anúncio