Plataforma que dinamiza a matemática é usada 100% em três escolas de Manaus

Plataforma educacional oferecida pela Khan Academy consiste em um site que oferece 2 mil videoaulas, 300 mil exercícios de matemática e 4 milhões de exercícios para aos alunos

Da Redação / [email protected]

Alunos têm a disposição uma série gratuita de conteúdos interativos de matemática (Foto: Lton Santos/Divulgação Semed)

Manaus – Com um mês de funcionamento, três escolas já atingiram a meta de utilizar integralmente os recursos oferecidos pela plataforma educacional Khan Academy, um site que oferece 2 mil videoaulas, 300 mil exercícios de matemática e 4 milhões de exercícios, dando ao professor a possibilidade de tornar as aulas mais atrativas, auxiliando no processo de ensino e aprendizagem. As informações são da Prefeitura de Manaus.

O uso da plataforma faz parte de uma parceria entre a Secretaria Municipal de Educação (Semed) e a Fundação Lemann, instituição sem fins lucrativos de São Paulo, que leva a Khan Academy a escolas públicas para 400 países, formando professores para utilizarem a plataforma em seu dia a dia com seus alunos.

Neste primeiro momento, 64 escolas utilizam o mecanismo, beneficiando aproximadamente 7 mil alunos. A meta é que 80% dos alunos de cada unidade escolar utilizem os exercícios e tenham, ao menos, uma hora aula por semana dedicada ao uso da ferramenta. Os alunos têm à disposição uma série gratuita de conteúdos interativos de matemática.

As unidades que bateram a meta foram as Escolas Municipais Waldir Garcia, no bairro São Geraldo, zona centro-sul, Tereza Rosa Aguiar Abtibol, no bairro São Francisco, e José Carlos Martins Mestrinho, situada no Parque 10 de Novembro, ambas na zona sul.

A Formadora da Fundação Lemann, que acompanha as três unidades, Liliane Caria, ressalta que o grande diferencial da plataforma Khan Academy é que ela dá autonomia ao aluno e torna o ensino da matemática muito mais dinâmico.

“A ferramenta é um divisor de aguas no ensino da matemática. Ela estimula a autonomia dos jovens, o interesse pela matemática e o mais interessante, a plataforma oferece um ensino personalizado e dinâmico, porque o aluno só tem acesso a outros conteúdos à medida que o sistema identifica que o estudante compreendeu o assunto anterior”, explicou.

Há mais ou menos um mês, 50 alunos do 4º ano do Ensino Fundamental da escola José Carlos Martins Mestrinho utilizam a ferramenta em horários e dias alternados. Na unidade, o uso da plataforma está fazendo a diferença na aprendizagem e no trabalho dos professores, como relatou a educadora de Ensino Fundamental Manuela Ramos Paes.

“A plataforma tem ajudado muito na compreensão de conteúdos, como as quatro operações e formas geométricas e no interesse do estudo da matemática. Outra coisa que é bem notório é que, a partir da plataforma, os alunos estão conseguindo correlacionar os conteúdos dados em sala de aula e ter outra visão sobre a disciplina”, falou.

A Khan Academy é dividida em fundamentos da matemática e por ano de ensino, assuntos como geometria, as quatros operações, raciocíno lógico, são trabalhados de uma forma bem prática. Isso torna o ensino da disciplina inovador, interessante e fora dos moldes normais de sala de aula.

Anúncio