Projeto de lei inclui Libras no currículo escolar para todos os estudantes

O projeto está na Comissão de Educação (CE), onde deve ser votada em decisão terminativa após a retomada das reuniões presenciais.

Brasília – O Brasil tem mais de 9 milhões de surdos ou que possuem alguma deficiência auditiva.  Para tornar mais efetiva a inclusão social, o projeto de lei (PL 5.961/2019) determina a adoção da Língua Brasileira de Sinais (Libras) no currículo escolar do ensino fundamental e médio.

(Foto: Nailana Thiely/ Ascom UEPA)

A senadora Zenaide Maia (PROS-RN) comentou que a proposta surgiu a partir da primeira sugestão legislativa feita por meio de Libras no portal e-Cidadania pela estudante Anne Drielly, de Santa Maria (DF). “vendo essa dificuldade apesar de estudar em uma escola inclusiva, a estudante Anne Drielly apresentou a primeira sugestão legislativa em libras. Por esse motivo apresentei esse projeto de lei que inclui a libras nos currículos dos ensinos fundamentais e médios, espero ter apoio dos colegas senadores” disse a Senadora.

O projeto está na Comissão de Educação (CE), onde deve ser votada em decisão terminativa após a retomada das reuniões presenciais.

Anúncio