Mais de 2,5 milhões eleitores vão às urnas no AM

Entre cuidados por causa da pandemia do coronavírus e a escolha dos dirigentes no Estado, eleitores do Amazonas escolhem, neste domingo (15), quem vai comandar 62 municípios

Manaus – Neste domingo (15) mais de 2,5 milhões de eleitores devem ir às urnas para escolher prefeitos e vereadores dos 62 municípios do Amazonas sob regras rígidas para evitar a propagação da Covid-19, que adiou o pleito por 42 dias e exigiu uma série de mudanças estabelecida pela Justiça Eleitoral.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) tomou medidas de segurança, para conter o avanço da doença em todo País. O órgão estipulou um horário preferencial, de 7h às 10h, para a votação de idosos por eles se encaixarem no grupo de risco.

O TSE também ampliou o horário de votação. Neste domingo as seções serão abertas a partir das 7h e funcionarão até às 17h, para evitar aglomerações dos eleitores.

A recomendação diz ainda, que os eleitores com menos de 60 anos não serão impedidos de votar no horário estipulado aos idosos, ele devem aguardar ao final da fila ou fila em separadas. A Justiça Eleitoral orienta que os eleitores levem sua própria caneta. O uso de máscara de proteção é obrigatório.

Em Manaus, 1,3 milhão de eleitores estão aptos a votar neste domingo (15) e escolherão, entre 11 candidatos, o próximo prefeito da capital (Foto: José Cruz/ABr)

Na capital, mais de 3,5 mil urnas foram entregues à 13 zonas eleitorais. No local de votação, elas serão montadas e posteriormente testadas, para constatar o funcionamento pleno do equipamento.

Para atender à população, no pleito, a prefeitura de Manaus, assegurou a gratuidade da tarifa de transporte coletivo, de 4h às 20h. O Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU) informou que 973 ônibus deverão circular nas ruas,  neste domingo.

Por conta do aumento de pessoas nas ruas, a Polícia Militar trabalhará com efetivo na capital, de 1.276 policiais. Para o interior, foram enviados 988 policiais. 41 municípios dos 62 receberão o reforço da Força Nacional, os pedidos foram aprovados pelo TSE.

Capital

Em Manaus, 1,3 milhão de eleitores estão aptos a votar neste domingo e escolherão, entre 11 candidatos, o próximo prefeito da capital do Amazonas. Na cidade, 1.394 candidatos disputam uma das 41 vagas de vereador.

A eleição em Manaus aponta para decisão em segundo turno, marcado para o próximo dia 29. Segundo levantamento do INSTITUTO DIÁRIO DE PESQUISA (IDP), divulgado na última quinta-feira (12), o ex-governador Amazonino Mendes (Podemos) tem 32,4 % das intenções de voto dos eleitores de Manaus para o pleito do próximo domingo na capital. David Almeida (Avante) é o segundo colocado, com 21,2%. Ricardo Nicolau (PSD) é o terceiro, com 12% e tecnicamente empatado com José Ricardo (PT), que tem 11,2%. O candidato Capitão Alberto Neto (Republicanos) aparece com 7,6%.

Candidatos que disputam a Prefeitura de Manaus:

Alfredo Nascimento – O candidato da coligação Trabalho Bom Merece Continuar (PL/PSDB) tem 68 anos de idade e Ensino Superior completo. Ele declarou um total de R$ 3,9 milhões em bens.

Amazonino Mendes – O candidato da coligação Juntos Podemos Mais (PSL/Cidadania/Podemos/MDB) é advogado e completa, em novembro, 81 anos de idade. Ele declarou um total de R$ 4,7 milhões em bens.

Capitão Alberto Neto – O candidato da coligação Aliança por Manaus (Republicanos/PMN/PTB) é deputado, tem 38 anos de idade e superior completo. Ele declarou um total de R$ 312 mil .

Chico Preto – O candidato do Democratas é advogado e tem 51 anos de idade. Ele declarou um total de R$ 537,5 mil em bens.

Coronel Menezes – O candidato do Patriota tem 57 anos de idade. Militar de carreira do Exército, ele declarou um total de R$ 3,2 milhões.

David Almeida – O candidato da Coligação Avante Manaus (Avante /PMB/PTC/PRTB/PV/DEM
/Pros) tem 51 anos de idade. Ele possui Ensino Superior completo e declarou R$ 857 mil em bens.

Gilberto Vasconcelos – O candidato do PSTU, de 53 anos de idade, é professor do Ensino Fundamental. Ele declarou um total de R$ 250 mil em bens.

Marcelo Amil – O candidato do PCdoB, de 37 anos, é advogado. Não tem bens cadastrados.

Ricardo Nicolau – O candidato, de 45 anos, é deputado estadual e tem o superior completo. Ele é da coligação Pra Voltar a Acreditar (PSD/Solidariedade/PDT/PP/PSB). O candidato declarou um total de R$ 296 mil.

Romero Reis – O candidato do Novo tem 59 anos e é engenheiro. Ele declarou R$ 25,5 milhões em bens.

Zé Ricardo – O candidato, de 56 anos de idade, é deputado federal e tem superior completo. Ele é candidato da Coligação Manaus, pela vida, pelos pobres (PT/PSOL/Rede), e declarou R$ 1,4 milhão em bens.

Anúncio