‘Vou buscar ajuda de recursos federais’, diz David, se eleito prefeito de Manaus

O candidato concedeu entrevista na RÁDIO DIÁRIO, na manhã desta quinta-feira (26), onde falou sobre temas polêmicos e apresentou algumas propostas do plano de governo para a Prefeitura de Manaus

Manaus – Na campanha para o segundo turno das Eleições Municipais 2020, o GRUPO DIÁRIO DE COMUNICAÇÃO (GDC) entrevistou o candidato David Almeida (Avante), nesta quinta-feira (26), durante o jornal DIÁRIO DA MANHÃ, transmitido pela RÁDIO DIÁRIO 95.7 e pela RECORD NEWS MANAUS, nos canais 27.1 (TV aberta) e 78 (NET).

Na entrevista, conduzida pelo jornalista Patrick Mota, o candidato falou sobre temas polêmicos e apresentou algumas propostas do plano de governo para a Prefeitura de Manaus.

“A eleição será no próximo domingo (29) e eu queria pedir uma oportunidade ao povo de Manaus. Nos últimos dias uma forte chuva atingiu a cidade e a solução seria prevenção, limpar os bueiros, fazer contenções, saber mapear as áreas para saber onde há riscos. São ações preventivas, que certamente vão diminuir esses problemas causados pelas fortes chuvas a partir do mês de novembro”, disse.

David Almeida disse que se ações de prevenção fossem executadas, os problemas na capital diminuiriam (Foto: Luiza Maria/Divulgação)

David Almeida conquistou 218.929 votos no primeiro turno e garantiu a vaga para disputar o segundo turno do pleito. Caso seja eleito, o candidato disse que irá procurar apoio do governo federal.

“Eleito prefeito pela vontade do povo, vou procurar o governo federal para pedir ajuda para Manaus. Os egos e a vaidade devem ficar de lado. O que tem que ficar à frente é a necessidade do povo, que tem que ser suprida. Vamos fazer com que os investimentos a níveis federal e estadual possam ser aportados para a Prefeitura de Manaus, porque aqui é uma cidade-estado e certamente eu vou buscar ajuda de recursos federais”, reforçou.

Confira a entrevista completa:

O candidato Amazonino Mendes (Podemos) confirmou a participação na sexta-feira (27), às 7h30, no jornal DIÁRIO DA MANHÃ.