Anderson Silva vence ex-campeão mundial na volta ao boxe

O atleta foi melhor nos oito rounds, em vitória por decisão dividida, aos 46 anos

México – Anderson Silva não é uma lenda das lutas por acaso. O brasileiro, que fez enorme sucesso no UFC, voltou ao ringue na noite de sábado, em Guadalajara, no México, para enfrentar o ex-campeão mundial de boxe Julio Cezar Chávez Jr. Não apenas venceu, como deu show. Foi melhor nos oito rounds, em vitória por decisão dividida, aos 46 anos.

(Foto: Manuel Velasquez | Getty Images)

Mesmo sendo 11 anos mais velho que o mexicano, Anderson Silva mostrou desenvoltura para fugir dos golpes do oponente e ainda acertá-lo em várias oportunidades. Teve tempo, ainda, para baixar a guarda e dar a cara a tapa como nos anos de glória.

Apesar da superioridade na luta, Anderson Silva viu um dos jurados dar a vitória para Chávez Jr., com 77/75. Os outros dois deram 77/75 para o brasileiro. Mesmo com decisão dividida, ele festejou seu retorno ao boxe em grande estilo, 16 anos depois. Foi uma noite com muita movimentação, esquivas e provocações.

O brasileiro prometeu dar show no ringue e cumpriu as palavras. Encarando o desafio com seriedade, atingiu o peso, enquanto o oponente, não. E mesmo lutando no México, casa do adversário, não se intimidou e ganhou lutando muito melhor que o filho do lendário Julio Cezar Chávez.

A última luta de Anderson Silva foi em outubro de 2020, quando saiu derrotado para Uriah Hall no UFC de Las Vegas. Mesmo sem lutar havia mais de sete meses, o brasileiro mostrou bom preparo físico em Guadalajara para vencer pela segunda vez em três lutas de boxe da carreira.

Após o combate ele prometeu conversar com sua equipe para uma definição sobre o futuro. A chance de retorno aos ringues é grande e já teria até recebido convite para enfrentar o americano Roy Jones Jr.

Anúncio