Após 7º Mundial, Hamilton reafirma luta por igualdade e tolerância

Piloto confirmou hepta no GP da Turquia e escreveu: ‘Prometo que não vou parar de lutar por mudanças. Vou continuar a lutar pela igualdade’

São Paulo – Lewis Hamilton ganhou na manhã deste domingo (15) o sétimo título mundial da Fórmula 1, após vencer o GP da Turquia. Ao lado de Schumacher, o piloto inglês é o maior vencedor da categoria. Após a conquista, ele fez questão de reafirmar nas redes sociais a luta contra a intolerância e a igualdade. “Venho reunindo meus pensamentos sobre o que é mais importante para mim. Este ano foi tão imprevisível. Com a pandemia e, obviamente, a temporada sendo adiada por vários meses, tive o maior tempo de inatividade da na minha vida. Isso me deu a chance de realmente pensar sobre meu propósito final”

 Lewis Hamilton vibra após a conquista (Foto: Tolga Bozoglu/EFE/15-11-20)

“Sete campeonatos mundiais significam muito para mim, não consigo nem descrever o quanto, mas ainda tem outra corrida que ainda não vencemos. Este ano, fui impulsionado não apenas pelo desejo de vencer nas pistas, mas também por ajudar a impulsionar nosso esporte e nosso mundo a se tornar mais diversificado e inclusivo”

“Eu prometo a você que não vou parar de lutar por mudanças. Temos um longo caminho a percorrer, mas vou continuar a lutar pela igualdade em nosso esporte e no mundo em que vivemos”

“Igualar o recorde de Michael Schumacher coloca em mim um holofote que sei que não estará aqui para sempre. Por isso, enquanto você está aqui, prestando atenção em mim, gostaria de pedir a todos que façam sua parte para ajudar a criar um mundo mais igualitário. Vamos ser mais receptivos e gentis uns com os outros. Vamos fazer com que a oportunidade não dependa da cor de fundo ou da pele”

“Nada é impossível. A força motriz para mim este ano tem sido dar o exemplo para a próxima geração, de nunca desistir de seus sonhos”

Leia mais: Hamilton conquista hepta, faz história e iguala Schumacher na F-1

“Muitos me disseram que meu sonho era impossível, mas aqui estou. Quero que saiba que você também pode fazer isso. Nunca desista, continue lutando, e vamos continuar aproveitando a ocasião”, finalizou o piloto inglês

Lewis Hamilton é um dos esportistas mais engajados do movimento ‘Vidas Negras Importam’, que ganhou mais destaque em 2020, após a morte Geroge Floyd pela polícia dos Estados Unidos.

Anúncio