Arena Amadeu Teixeira recebe o 2º Grand Slam de Jiu-Jitsu Esportivo Gi e NO Gi

Competição marca o encerramento do calendário de atividades da Federação Amazonense de Jiu-Jitsu Esportivo em 2019

Manaus – A Federação Amazonense de Jiu-Jitsu Esportivo (Fajje) realiza neste sábado (30), a partir das 9h, na Arena Amadeu Teixeira (Rua Loris Cordovil, bairro Flores, zona centro-oeste), a segunda edição do Grand Slam de Jiu-Jitsu Esportivo Gi e NO Gi. Os organizadores da competição, que marca o encerramento do calendário de atividades da federação em 2019, esperam contar com a participação de mais de 800 atletas.

O Grand Slam também servirá como avaliação para a graduação de atletas que acontece no mês de dezembro (Foto: Mauro Neto/Divulgação)

Valendo pontos para o ranking Fajje 2019, o Grand Slam, além de premiar os atletas com medalhas de primeiro, segundo e terceiro lugar, também vai oferecer premiação em dinheiro para as disputas da categoria Absoluto e para as três academias melhor colocadas.

As inscrições para a competição estão abertas até as 18h desta quinta-feira (28) e podem ser realizadas na sede da Fajje, que fica na Rua Comendador Matos Areosa, 423, bairro Santo Antônio, zona oeste, ou pelos números 99117-5444 e 3088-7710. O valor é de R$ 50 para a disputa de um evento, e de R$ 80 para quem quiser participar de dois eventos. Apenas atletas federados poderão se inscrever.

De acordo com o presidente da Fajje, Luiz Neto, o campeonato deve reunir grandes atletas, de alto nível, tornando a competição bastante disputada e com duelos acirrados. Ele explicou que o Grand Slam será a última competição do ano e também servirá como avaliação para a graduação de atletas que acontece no mês de dezembro.

“É um evento muito esperado pelos atletas da luta suave, no qual teremos lutadores de nível altíssimo e que serão testados. Afinal, fechamos em grande estilo as competições e usaremos todo o mês de dezembro para a troca de faixa. Portanto, o Grand Slam é a última avaliação para consolidar o crescimento desse atleta”, disse Luiz Neto.

Anúncio