Atletas amazonenses participarão de etapa final dos Jogos Escolares da Juventude

A delegação amazonense é formada por 155 jovens

Manaus – A partir de hoje (15) até o dia 30 de novembro, será realizada a etapa nacional dos Jogos Escolares da Juventude (JEJ), em Blumenau (SC), que contará com a participação de 155 atletas do Amazonas. Entre as modalidades disputadas pela delegação amazonense estarão o judô, luta olímpica, handebol, atletismo, badminton, futsal, voleibol, tênis de mesa, natação, ginástica rítmica, vôlei de praia e xadrez.

A competição será realizada em Blumenau (SC), de 15 a 30 de novembro (Foto: Mauro Neto/Divulgação)

A competição, que terá atletas nas categorias Infantil (12 a 14 anos) e Juvenil (15 a 17 anos), nos naipes masculino e feminino, será dividida em três grupos. De 15 a 21 de novembro, o primeiro bloco do Amazonas irá contar com 62 alunos e sete técnicos, que atuarão nas modalidades judô, luta olímpica e handebol.

O segundo bloco, que compete de 21 a 26 de novembro, terá 55 alunos para disputar medalhas no atletismo, badminton, futsal e voleibol. Já o terceiro grupo, composto por 38 alunos e oito técnicos, encerrará a competição com as modalidades ginástica rítmica, natação, tênis de mesa, vôlei de praia e xadrez.

Para esta edição, o Amazonas irá contar com a participação de atletas de mais de 40 unidades de ensino das redes pública e privada de Manaus e dos municípios de Atalaia do Norte, Barreirinha, Boa Vista do Ramos, Careiro Castanho, Coari, Itapiranga, Manacapuru, Nova Olinda do Norte, Parintins, Presidente Figueiredo, São Sebastião do Uatumã e Silves.

De acordo com o chefe da delegação amazonense, Egídio Pinto, as expectativas para os JEJ são as melhores possíveis diante do trabalho de preparação pelo qual passaram os atletas ao longo do ano, participando, inclusive, das etapas estaduais e regionais dos jogos. “Os atletas amazonenses têm um grande potencial e mereceram a vaga para estar na etapa nacional. Tenho certeza que todos serão excelentes representantes do Estado e trarão um resultado positivo para o Amazonas”, destacou.

Dedicação

Para o técnico da equipe de handebol masculino infantil, professor Osney de Oliveira, o trabalho feito com a categoria de base é constante e a chave para que se tenham resultados positivos é a dedicação. “Nós fazemos um trabalho de base e há três anos consecutivos conseguimos participar do brasileiro. Os meninos são inteligentes, aprendem rápido, não faltam treino e realmente se mostram determinados a aprender. Além disso, temos o apoio da escola sempre. Tudo isso contribui para termos êxito e vamos trabalhar para que continue assim”, destacou.

Neste ano, dez atletas irão compor a equipe na etapa nacional, sendo quatro deles novatos, conforme explicou Osney. Para ele, o grupo está entrosado e tem tudo para conquistar o objetivo.

Pelo segundo ano consecutivo disputando uma competição nacional, o aluno-atleta Gabriel Gomes de Souza, 14, que atua como meia esquerda na equipe de handebol masculino infantil da Escola Municipal Agenor Smith, de Coari (município distante 363 quilômetros de Manaus), falou com empolgação sobre as expectativas para os jogos 2019. “Participei da etapa nacional em 2018 e foi bem legal, mas neste ano está diferente. Hoje estou sendo bem mais aproveitado e, junto com meu time, fazemos a diferença”, afirmou.

A competição

Criada pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) em 2005, os Jogos Escolares da Juventude são a maior competição estudantil do Brasil e reúnem jovens de 12 a 17 anos, de escolas públicas e privadas de todo o País, em 14 modalidades. O evento é dividido em três etapas regionais, destinadas a classificar nas modalidades coletivas e uma etapa nacional, com ambas as categorias, reunindo mais de seis mil atletas dos 26 Estados da Federação mais o Distrito Federal.

Na fase nacional, equipes de todo o País competem no atletismo, badminton, basquete, ciclismo, futsal, ginástica rítmica, handebol, judô, natação, tênis de mesa, vôlei, vôlei de praia (apenas na categoria 15 a 17 anos), xadrez e wrestling.

Em 2019, o Amazonas garantiu a classificação para esta etapa em todas as modalidades, exceto basquete e ciclismo. Outras informações estão disponíveis no site www.cob.org.br.