Barcelona dispensa Henry e Yaya Touré

Jogadores foram dispensados após temporada apagada no clube espanhol

O fracasso na Copa do Mundo da África do Sul ainda afeta os jogadores franceses. É o caso do atacante Thierry Henry e do volante marfinense Yaya Touré, que serão dispensados pelo Barcelona. O diretor-geral do clube espanhol, Joan Oliver, informou que as negociações para ratificação da saída dos atletas só depende dos próprios jogadores. Em nota publicada no site oficial do Barcelona, Oliver afirmou que Henry está deixando o clube “a partir da vontade expressada pelo jogador”. O francês ainda tinha um ano de contrato com a equipe, na qual viveu uma última temporada apagada e amargou a reserva – fez apenas quatro gols em 20 jogos. Oliver ainda acrescentou que “diferentemente do que foi informado em alguns meios da mídia, a saída de Henry não custará nada ao clube”.

Apesar do desempenho ruim no fim de sua passagem pelo Barcelona, Henry deixa o clube depois de ter conquistado títulos importantes como a Liga dos Campeões, a Supercopa da Europa e o Mundial de Clubes da Fifa.

Quanto a Touré, Oliver revelou que o Barcelona entrou em acordo com o Manchester City, da Inglaterra. O dirigente confirmou que a saída de Touré depende apenas do acerto do atleta com a equipe inglesa, o que deve ser questão de tempo.

Anúncio