Manaus FC faz ajuste para decisão em casa

Com todos os jogadores à disposição para a partida deste sábado (20), time treinou, nesta quinta-feira (18), no local do jogo e nesta sexta (19) faz um treino aberto para os torcedores, a partir das 9h na Arena

Manaus – Com todos os jogadores à disposição, o Manaus FC treinou, nesta quinta-feira (18), na Arena da Amazônia, visando a partida deste sábado (20), às 15h, no mesmo local, diante do Caxias-R,  em jogo válido pela partida de volta das quartas de final da Série D do Campeonato Brasileiro. O Gavião do Norte perdeu no jogo de ida por 1 a 0 e agora precisa vencer o jogo por dois gols de diferença para garantir o acesso para a Série C do Brasileirão.

Aquecimento do time foi aberto à imprensa, mas treino fechado (Foto: Raquel Miranda/GDC)

A movimentação no palco da partida só foi aberta durante os primeiros 15 minutos, quando os jogadores fizeram o tradicional ‘bobinho’ de aquecimento, enquanto os goleiros faziam um treino à parte, em uma das traves da Arena. Em seguida, o auxiliar técnico André Lima dividiu o campo em grupos e coordenou uma atividade de toque de bola. Nesta sexta-feira (19), a equipe amazonense faz um treino aberto para a torcida, a partir das 9h, na Arena da Amazônia.

Sem ter um acesso em qualquer uma das divisões do futebol brasileiro desde 1999, os jogadores tem noção do peso da partida e de toda a pressão que existe fora das quatro linhas. Apesar de todo o jejum, o volante Panda, admite que os jogadores esmeraldinos tem noção exata do que representa a partida.

“Todos os jogadores se cobram muito. Sabemos exatamente onde estamos. Por onde eu passei, procurei marcar minha história. Não só eu,como o Rossine, Spice, Martony , Derlan e o grupo num geral. Sabemos que para conseguir isso, precisamos apenas da nossa própria força e vamos em busca da vitória”, disse o jogador, que participou de 17 jogos, dos 30 que a equipe baré disputou na temporada.

Resultado
Para garantir a classificação, o Manaus FC precisa de uma vitória por dois gols, ou, se vencer por 1 a 0, irá disputar a vaga nas penalidades.

Para o meia Derlan, remanescente da equipe que foi eliminada pelo Imperatriz-MA, em 2018, a situação do jogo é difícil, mas não é impossível de ser revertida.

“Nós já passamos por isso nesta edição da Série D. Contra o São Raimundo-PA foi assim. Saimos perdendo no primeiro tempo e revertemos quando jogamos em casa. Tivemos aquela experiência mas espero que, no sábado, isso possa mudar. Fomos muito hostilizados quando fomos lá fora e espero que possamos dar o troco não pelas palavras, mas sim pelo nosso futebol”, disse.

Na quarta-feira (17), a diretoria do clube divulgou uma nota informando que não divulgaria mais a parcial de ingressos vendidos. Mas, nesta quinta-feira, o presidente de honra do clube, Luis Mitoso, antecipou para a reportagem que quase dez mil ingressos haviam sido vendidos.

Questionado sobre o apoio que receberá dos torcedores, neste sábado, Derlan agradeceu o abraço da população para com o time esmeraldino. “O apoio é um fator positivo. Faz muitos anos que não vemos os torcedores tão apaixonados. Não só pelo Manaus, mas se fosse outra equipe o carinho e o apoio seriam o mesmo. Temos a capacidade de dar alegria a todos e o homem lá em cima vai nos abençoar”, assegurou.