CDC e São Raimundo voltam para Série A

Donos das melhores campanhas na competição, os times passaram por Holanda e Cliper, respectivamente, nas semifinais. De quebra, garantiram acesso para a elite do futebol amazonense

Manaus – Deu a lógica no Estádio Ismael Benigno, a Colina, neste domingo (10). CDC Manicoré e São Raimundo venceram suas partidas, avançaram para final da Série B do campeonato amazonense e, de quebra, garantiram o acesso para a primeira divisão do ano que vem. No primeiro jogo do dia, o CDC precisou de apenas 10 minutos para fazer três gols com Werley, Ronan e Robinho, no Holanda, que ainda descontou no final da partida com o meia Max, porém, não foi suficiente. Na partida seguinte, o São Raimundo voltou a golear o Cliper. Desta vez, por 5 a 0. Os gols do Tufão da Colina foram anotados por Charles (2), Thiaguinho, Branco e Raílson.

O São Raimundo goleou o Cliper por 5 a 0, neste domingo (10) (Foto: Reinaldo Okita)

 

Diferente do que aconteceu no primeiro confronto entre os times, o CDC Manicoré entrou em campo melhor, acertando mais os passes, o que facilitou no reencontrou com os gols. Nos primeiros dez minutos, Werley, Ronan e Robinho, de pênalti, marcaram para o time comandado pelo técnico João Carlos Cavalo.

O placar obrigou o Holanda a partir ao ataque. O ‘Laranja’ ainda conseguiu diminuir com o meio-campo Max, de pênalti. Porém, o domínio da posse de bola não resultou em mais gols. O camisa 10 do CDC, Ronan, disse que o jogo mostrou toda a trajetória do time ao longo do campeonato. Segundo o atacante, agora os jogadores vão comemorar, mas sem esquecer do grande final.

Superioridade Alviceleste

A superioridade, mostrada no último final de semana, voltou a ser vista no Estádio da Colina. O São Raimundo aplicou mais uma goleada no Cliper. Desta vez, por 5 a 0. No acumulado, o Tufão, único time amazonense Tricampeão do Norte, avançou de fase fazendo 9 a 1 na equipe comandada pelo técnico Neneca.

Novo ídolo do clube, o goleiro Jonathan, que voltou a pegar um pênalti e fez uma série de defesas que lembrou a histórica jogada do arqueiro uruguaio Rodolfo Rodrigues, foi carregado pela torcida são raimundense, que invadiu o campo após o apito final da partida. “É muito gratificante ver essa torcida assim, esse foi um dos objetivos aqui no São Raimundo. Reerguê-lo para a Série A e ver a torcida comemorando é bom demais, é uma coisa sensacional”, citou o goleiro.

O CDC Manicoré fez três gols nos dez primeiros minutos de jogo (Foto: Reinaldo Okita)

O técnico do Cliper, Neneca, parabenizou o adversário pela conquista, mas diz que a atuação do time foi um fracasso. Como desabafo, o comandante disse que muitos jogadores não deram seu máximo e não agiam como jogadores profissionais. “Foi um fiasco. O time que entra em uma semifinal não pode tomar o tanto de gols que levamos. Então os jogadores devem refletir se eles querem ser profissionais”, finaliza o treinador.

Segundo a tabela da competição, o jogo final da Série B está marcado para acontecer no próximo domingo, na Arena da Amazônia. Porém, a definição sairá hoje, após reunião entre os representantes das equipes e da Federação Amazonense de Futebol (FAF).

Anúncio