Conheça o pior time da NBA e seu histórico na liga

Os prognósticos em sites de apostas já conseguem indicar a situação de cada equipe

Manaus – Os playoffs da NBA 2021/22 começarão a ser disputados a partir do dia 16 de abril até 30 de maio. Até lá, com diversos jogos a serem disputados, a verdade é que muita coisa pode mudar. No entanto, os prognósticos em sites de apostas já conseguem indicar a situação de cada equipe. Por exemplo, do melhor ao pior time da NBA.

Bagley III em ação pelos Pistons na derrota diante dos Wizards (Foto: Stephen Gosling/NBAE via Getty Images)

Pela Conferência Leste, Detroit Pistons amarga a última posição

A última vez que os Detroit Pistons conquistaram uma vaga para disputar os playoffs aconteceu na temporada 2018-19. Na ocasião, a franquia foi varrida pelos Bucks em quatro jogos — feito, inclusive, que rendeu aos Pistons um recorde de mais derrotas (14) consecutivas nos playoffs da NBA.

Desde então, a equipe assumiu a inferioridade frente às outras franquias e entrou no modo rebuild, isto é, processo de reconstrução que acontece a longo prazo. Blake Griffin e Derrick Rose, então os astros da equipe, foram trocados. Para o futuro, os Pistons apostaram em Jeremi Grant e no jovem Saddiq Bey, além de Cade Cunningham, que chegou à Detroit após ser selecionado na primeira escolha do Draft.

Sendo assim, consciente de que é necessário paciência para um futuro com mais perspectiva, os Pistons acumulam 45 derrotas e somente 12 vitórias.

Orlando Magic é a equipe com mais derrotas nesta temporada

Ainda que o Detroit Pistons seja o pior time da NBA, o Orlando Magic é o time com mais derrotas (46) nesta temporada pela Conferência Leste. A franquia só não está na última posição porque venceu uma partida a mais que os Pistons. Não à toa é a equipe com o pior prognóstico, segundo a Bet365, empresa de apostas, com odds em 4001.00.

Assim como os Pistons, o Orlando Magic pensa no futuro. Entre partidas de play-in e, no máximo, chegar à primeira rodada dos playoffs, a franquia se desfez de nomes como Aaron Gordon, Evan Fournier e Nikola Vucevic, e desde então se tornou uma das piores equipes da NBA.

Pensando no desenvolvimento de jovens atletas, como Cole Anthony, Franz Wagner e Chuma Okeke, o Orlando dispensou o técnico Steve Clifford para apostar em Jamahl Mosley, ex-assistente do Dallas Mavericks.

Houston Rockets é o pior time na Conferência Oeste

As coisas já não estavam muito boas para o Houston Rockets nos últimos tempos. Com a confirmação da saída do astro James Harden, então, a melhor saída para a franquia foi apostar na reformulação, sobretudo após a lesão de John Wall, que chegou na troca envolvendo Russell Westbrook aos Wizards, e não atua mais pelos Rockets enquanto espera ser negociado.

Um dos nomes que promete liderar este processo de reformulação é Jalen Green. Na segunda posição do último Draft, ele chega em Texas com status de estrela. Atualmente, apesar da péssima fase de Houston, com 42 derrotas e somente 15 vitórias, Green tem deixado boa impressão em quadra com média de 14,4 pontos por jogo.

Pior time da NBA na Conferência Oeste, a expectativa é que o Houston Rockets realmente termine na última colocação. No momento, o time de Texas está a três vitórias de igualar o Oklahoma City Thunder, penúltimo colocado. No entanto, com a presença de Jalen Green e outros jovens talentosos, como Kevin Porter Jr., Jae’Sean Tate e Alperen Sengun, Houston poderá colher os frutos no futuro.

Anúncio