Corinthians bate o Flamengo e pega o Cruzeiro na decisão

Apesar de ser inferior tecnicamente, o time alvinegro superou suas limitações e venceu por 2 a 1. Agora enfrentará o Cruzeiro na final do torneio. Mando de campo será sorteado amanhã, na sede da CBF

São Paulo – Na base da raça, da vontade, com certa dose de sofrimento e embalado por 44 mil torcedores, o Corinthians venceu o Flamengo por 2 a 1, nesta quarta-feira (26), em casa, e garantiu vaga na decisão da Copa do Brasil. Apesar de ser inferior tecnicamente, o time alvinegro superou suas limitações e agora enfrentará o Cruzeiro na final do torneio. A equipe celeste empatou com o Palmeiras por 1 a 1 no Mineirão e avançou por ter vencido o jogo de ida por 1 a 0.

Pedrinho marcou o gol da classificação ao tocar a primeira vez na bola. (Foto: Bruno Ulivieri/Estadão)

O gol da classificação corintiana foi marcado por Pedrinho, em seu primeiro lance no jogo. Ele entrou no segundo tempo no momento em que Cássio segurava a pressão do Flamengo. Ao substituir Clayson, o jovem corintiano dominou de fora da área e mandou para as redes.

No primeiro tempo, Danilo Avelar havia aberto o placar, mas Henrique (contra) deixou tudo igual. Ao chegar à igualdade, o time rubro-negro passou a controlar as ações do jogo, mas faltou mais precisão no momento de finalizar. Veio o gol corintiano e a festa alvinegra só foi ameaçada nos acréscimos, quando Pará acertou a bola na trave e quase empatou.

As finais acontecem agora nos dias 10 e 17 de outubro. A CBF definirá o mando de campo por sorteio na sexta-feira. As duas equipes voltam a campo no sábado pelo Campeonato Brasileiro. O Corinthians jogará às 18h (de Manaus), contra o América Mineiro, no Estádio Independência. O Flamengo visitará o Bahia, às 20h (de Manaus).

O jogo

O Corinthians esboçou uma pressão no início, mas o Flamengo equilibrou o jogo e foi quem assustou primeiro em chute de Éverton Ribeiro, que desviou em Henrique e saiu pela linha de fundo. O torcedor corintiano não parava de cantar e viu o anfitrião abrir o placar logo aos 13 minutos. Jadson deu grande assistência nas costas da zaga do Flamengo para Danilo Avelar, que, livre pela esquerda, bateu de primeira para as redes.

Mas não houve muito tempo para festa. O Flamengo respondeu em seguida. Cinco minutos mais tarde, Willian Arão deu linda enfiada de bola entre Danilo Avelar e Clayson. Pará recebeu na área pelo lado direito e cruzou. Henrique desviou contra com o braço.

O Corinthians ‘sentiu’ o gol e os torcedores também diminuíram a empolgação. A equipe rubro-negra passou a ditar o ritmo da partida e Henrique Dourado chegou a mandar para a rede, mas estava em posição de impedimento.

No segundo tempo, Jair Ventura chamou Pedrinho para o jogo. Ele substituiu Clayson e, na primeira vez que pegou na bola, dominou fora da área e mandou para as redes para delírio da Fiel, que finalmente acordou no segundo tempo.

O Corinthians a partir daí se fechou no campo de defesa. Nos acréscimos, Pará ainda acertou a trave de Cássio. Mas no sufoco a classificação veio e o time alvinegro segue com chances de levantar novamente a taça da Copa do Brasil após nove anos.