Craques do futebol e do poker: atletas do Norte de destaque no esporte brasileiro

Não é novidade que o Norte revela atletas de alto nível para o esporte brasileiro há muitos anos

Caio Hey, um dos melhores jogadores do poker latino-americano (Foto: Carlos Monti/Divulgação)

Manaus – Celeiro de grandes esportistas, não é novidade que a região Norte revela atletas de alto nível para o esporte brasileiro há muitos anos.

Em específico, no futebol e no poker há um número considerável de atletas nortistas que estão evidência no cenário nacional há algum tempo e exemplos de sucesso não faltam. Dentro desse cenário, separamos quatro nomes de ambas as modalidades que estão entre os melhores do Brasil.

Weverton Silva, goleiro do Palmeiras

Titular absoluto do Palmeiras e goleiro da Seleção Brasileira na conquista da medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de 2016, o acreano Weverton Silva é considerado por muitos especialistas como um dos melhores da posição no País.

Weverton Silva em treino pela Seleção Brasileira (Foto: Agência Brasília)

Weverton foi revelado pelo Juventus do Acre, mas foi na Portuguesa-SP que o goleiro ganhou holofotes. Após ter ido muito bem no clube paulista, o acreano se transferiu para o Athletico-PR, no qual ele passou a ser reconhecido nacionalmente.

O goleiro defendeu o Athletico entre 2012 e 2017, atuando em 318 partidas pela meta do clube de Curitiba. Sua solidez e consistência levaram o Palmeiras, um dos maiores clubes do Brasil, a investir em sua contratação em 2018 — e Weverton não decepcionou.

Logo em seu primeiro ano de Palmeiras, o goleiro foi um dos protagonistas na conquista do Campeonato Brasileiro de 2018. Além disso, Weverton teve uma importante contribuição para o Palmeiras terminar com a menor média de gols sofridos entre os clubes da Série A em 2019.

Na atual temporada, Weverton segue como titular absoluto do Palmeiras e é um dos homens de confiança do treinador Vanderlei Luxemburgo, que chegou ao clube paulista em dezembro do ano passado para comandar o Alviverde pela quinta vez.

Caio Hey, jogador de poker

Um dos jogadores mais sólidos do poker latino-americano, o rondoniense Caio Hey é dono de um currículo de conquistas que poucos competidores têm no Brasil. Em 2018, Caio viveu um dos melhores anos de sua carreira ao ser vice-campeão brasileiro.

O rondoniense também manda bem em etapas online. Caio tem no seu currículo um título do evento Sunday Million, um dos principais eventos do circuito digital mundial. Para vencer esse torneio online, Caio teve que superar mais de seis mil competidores de classe internacional e levou aproximadamente US$ 165 mil em premiação.

Caio Hey em competição ao vivo (Foto: Melissa Haereiti/Divulgação)

Apesar de se destacar em variadas frentes no poker, a especialidade de Caio no esporte das cartas é a modalidade texas holdem — que é dividida em diferentes estruturas. De acordo com o site especializado 888 Poker Brasil, há três variações no texas holdem: No Limit, Pot Limit e Fixed Limit.

Uma grande prova da qualidade de Caio na modalidade texas holdem foi o título conquistado pelo rondoniense em uma etapa principal do Campeonato Brasileiro de 2014. Na ocasião, o evento, que foi disputado em São Paulo, fazia parte do calendário da extinta Latin American Poker Tour (LAPT) — circuito que era considerado naquela época como um dos concorridos da América Latina.

Caio também é uma das estrelas da seleção de Rondônia no CBPE (Campeonato Brasileiro de Poker por Equipes), evento anual de seleções estaduais realizado desde 2013 em São Paulo em parceria com o Campeonato Brasileiro. Em 2015, Caio teve grande importância na conquista do título nacional do time Acre/Rondônia.

Thiago Maia, volante do Flamengo

Formado nas categorias de base do Santos, o roraimense Thiago Maia mudou-se cedo para São Paulo. Com qualidade técnica acima da média, Thiago não demorou a estrear na equipe principal do Santos e com 18 anos já era titular do Alvinegro Praiano.

Titular da Seleção Brasileira no ouro olímpico de 2016, o volante defendeu a equipe profissional do Santos em 125 partidas, até ser vendido para o Lille, da França, por cerca de R$ 50 milhões em 2017. Thiago chegou ao clube francês com apenas 20 anos de idade e viveu altos e baixos. Pelo Lille, o brasileiro atuou em 68 partidas e jogou a maioria das partidas como primeiro volante, sua posição preferida.

Em janeiro deste ano, o Lille se dispôs a emprestar o volante brasileiro ao Flamengo, atual campeão brasileiro e da Copa Libertadores da América. Thiago tem sido utilizado pelo treinador português Jorge Jesus em algumas partidas na atual temporada, mas ainda não ganhou a titularidade no Rubro-Negro carioca – o que não é fácil, dado que o elenco é abarrotado de excelentes atletas.

Roraimense Thiago Maia foi uma das principais contratações do Flamengo em 2020 (Foto: Reprodução/Twitter/Thiago Maia)

Segundo o roraimense, a readaptação ao futebol brasileiro não tem sido um processo fácil. “Eu já vim para o Flamengo sabendo de como o Mister (Jorge Jesus) gosta de jogar. Joguei com seis portugueses na França que já trabalharam com ele. Mesmo assim, a adaptação foi um pouco difícil, mas os outros jogadores da posição têm me ajudado bastante”, disse o volante, em entrevista coletiva no Ninho do Urubu.

O contrato de empréstimo de Thiago com o Flamengo tem duração de um ano e termina em janeiro de 2021. Vale destacar que o roraimense é torcedor declarado do Rubro-Negro carioca e esse fator pode pesar na permanência de Thiago no Flamengo para a próxima temporada — ele veio com o valor dos direitos econômicos fixados.

Tiago Magalhães, jogador de poker

Outro representante de peso do poker rondoniense, Tiago Magalhães também merece destaque no esporte brasileiro. Campeão do CBPE 2015 defendendo a seleção Acre/Rondônia, Tiago ganhou importante reputação no cenário nacional ao vencer uma etapa do Campeonato Brasileiro em 2018.

Após essa conquista, o jogador se tornou uma das principais referências do poker nortista. “É fantástico, chegar na minha cidade, jogando o estadual, e ver a recepção do povo, todo mundo dando parabéns, pedindo para tirar foto comigo e o troféu. Todo esse carinho, toda essa atenção, é muito legal”, disse o rondoniense, em declarações para o site especializado SuperPoker.

O título do Campeonato Brasileiro em 2018 permitiu ao rondoniense disputar uma competição internacional nas Bahamas em 2019. Tiago não conseguiu vencer um título naquela oportunidade, mas teve a chance de competir com alguns dos melhores jogadores do mundo.

Anúncio