F-1 completa calendário com Turquia, 2 provas no Bahrein e final em Abu Dhabi

Iniciada apenas em julho, a temporada 2020 da Fórmula 1 já teve seis provas realizadas, sendo liderada pelo britânico Lewis Hamilton

São Paulo – A Fórmula 1 completou nesta terça-feira (25) o calendário da temporada 2020 com a adição de quatro corridas, sendo uma delas na Turquia, que não organiza um GP desde 2011, mas descartou a possibilidade de realizar uma prova na China, fechando o cronograma do campeonato deste ano com 17 etapas.

(Foto: Divulgação)

O GP da Turquia será disputado em 15 de novembro, no Istanbul Park, que antecederá uma rodada dupla no Bahrein – a prova com o nome do país será no dia 29, com o GP do Sakhir ocorrendo em 6 de dezembro. A prova de encerramento da temporada será o GP de Abu Dabi, no Circuito Yas Marina, uma semana depois, no dia 13.

Além disso, a Fórmula 1 confirmou que o GP da China, que foi inicialmente adiado no início deste ano, não será disputado em 2020. “Podemos confirmar que a Turquia, Bahrein (sediará duas corridas) e Abu Dabi farão parte da temporada revisada e queremos expressar nossos agradecimentos pelo trabalho árduo de todos os nossos promotores e parceiros em tornar possível uma temporada de 17 corridas”, afirmou a categoria máxima do automobilismo mundial.

 

“Infelizmente, não correremos na China nesta temporada e queremos agradecer ao nosso parceiro Juss Sports por seu apoio e envolvimento nos últimos meses e estamos ansiosos para voltar a Xangai no próximo ano”, acrescentou a Fórmula 1 em comunicado.

A categoria também revelou planos de que algumas corridas recebem público, ainda que limitado, na sequência do campeonato. “Podemos confirmar que várias corridas na temporada revisada de 2020 serão abertas a um número limitado de fãs, incluindo hospitalidade, e estamos trabalhando com cada promotor para finalizar os detalhes”, acrescentou.

Iniciada apenas em julho, a temporada 2020 da Fórmula 1 já teve seis provas realizadas, sendo liderada pelo britânico Lewis Hamilton, com 132 pontos, 37 a mais do que o holandês Max Verstappen. A próxima etapa, o GP da Bélgica, vai ser disputado no domingo, no Circuito Spa-Francorchamps.

Anúncio