Athletico-PR elimina Flamengo e fará final da Copa do Brasil com Atlético-MG

O meia-atacante Nikão marcou duas vezes e conduziu a vitória por 3 a 0 em pleno Maracanã. Decisão contra os mineiros será em dezembro

Rio de Janeiro – A final da Copa do Brasil está definida! E ela será entre Atlético-MG, que despachou o Fortaleza, e Athletico-PR, que nesta quarta-feira (27), surpreendeu o Flamengo em pleno Maracanã e, com uma vitória por 3 a 0, dois gols de Nikão e um de Zé Ivaldo, se garantiu na decisão do torneio.

O meia-atacante Nikão marcou duas vezes e conduziu a vitória por 3 a 0 em pleno Maracanã (Foto: Clever Felix/ LDG News/ Estadão Conteúdo)

As finais, marcadas para 12 e 15 de dezembro, coroarão um novo bicampeão do Brasil, já que tanto os mineiros quanto os paranaenses já venceram a Copa do Brasil uma vez.

Nikão marca
O Athletico não sentiu em nada a pressão feita pela torcida flamenguista. E abriu o placar logo em seu primeiro bom momento. Renato Kayzer foi derrubado por Filipe Luís e o juiz, após o auxílio do VAR, marcou o pênalti. Nikão foi para a cobrança e fez 1 a 0, aos 9.

VAR em ação
O gol sofrido não abateu o time da casa, que foi para cima e perdeu boas chances com Bruno Henrique e Léo Pereira. Até que o VAR voltou a ser protagonista no Maracanã. Em cruzamento na área, o árbitro Wilton Pereira Sampaio viu um puxão de Thiago Heleno em Bruno Henrique e marcou pênalti.

Gabigol já se preparava para bater, quando o juiz foi chamado ao VAR e decidiu mudar a decisão, cancelando o pênalti.

Ele de novo!
Se a torcida já estava enervada com o VAR e a derrota parcial, o cenário ficou ainda pior aos 52. O Athletico encaixou grande contra-ataque e a bola chegou em Nikão, que bateu cruzado. Diego Alves se atrapalhou e aceitou, levando um frangaço: 2 a 0 para os visitantes.

Inacreditável!
Ainda no primeiro tempo, o Flamengo teve ótima chance de diminuir. Quase na marca do pênalti, sozinho, Andreas finalizou de primeira e mandou por cima do gol de Santos.

Que goleiraço
Na volta do intervalo, os cariocas voltaram a ter boas chances. Mas Bruno Henrique, Andreas Pereira, Michael e Gabigol pararam em ótimas defesas de Santos.

Athletico com 10
Aos poucos, o ímpeto ofensivo foi diminuindo e, apesar das muitas alterações, o Flamengo não dava mostras de ter força para reagir. Até os 35, quando Khellven deu entrada bastante forte em Ramon e, após o uso do VAR, foi expulso pelo árbitro.

3 a 0 e final garantida
O fato de ter um a mais em campo deu um gás no Fla, que voltou a tentar. Só não contava com mais um ótimo contra-ataque dos visitantes. Pedro Rocha foi lançado na esquerda, segurou a bola e lançou para Zé Ivaldo, que chegou finalizando no cantinho de Diego Alve. 3 a 0 e Athletico na final!

Anúncio