Autor de dois gols, Rossini foi destaque do Manaus FC no jogo

O jogador, de 34 anos, reconquistou a vaga de titular e superou todas as expectativas advindas de fora ou de dentro do campo

Manaus – Um dos principais jogadores do Manaus FC e o mais elogiado pela crítica gaúcha, o remanescente Rossini, 34, que quase deixou o ‘Gavião do Norte’ por problemas pessoais, reconquistou a vaga de titular e superou todas as expectativas advindas de fora ou de dentro do campo. Sua experiência foi essencial para ajudar o ‘Esmeraldino’ a subir de divisão. Ele, simplesmente, no jogo do acesso, momento em que o Manaus FC mais precisou, estava lá. Ao fim do duelo com o time ‘Grená’, o meia retribuiu o carinho do torcedor e a confiança da diretoria em seu trabalho.

Experiência de Rossini foi essencial para ajudar o ‘Esmeraldino’ a subir de divisão (Foto: Yago Frota/Manaus FC)

“Eu agradeço a Deus pelo Estado do Amazonas abrir as portas para o meu trabalho. Estou feliz por ter retribuído ao esporte do Estado, da capital. Como é gostoso ver a Arena cheia. Tem torcedor do Nacional, Rio Negro numa só corrente. E o que aconteceu (no sábado, 20), vem coroar o trabalho que a equipe vem fazendo. Meus agradecimentos à diretoria e ao Giovanni (Silva). São loucos e olha o que proporcionaram! Eles foram perseverantes! E agradeço porque sou remanescente e a família me deu apoio. Louvado seja Deus!”, exclamou o camisa dez, completando: “A mensagem que deixo para o povo amazonense é parabéns, de coração, pois é algo de extremo orgulho o que essa torcida fez. Estamos com os pés no chão. Ainda tem a semifinal e vamos continuar com os pés no chão”, concluiu.