Brasil vence Egito e se garante nas semifinais do futebol masculino

Seleção masculina evita fantasma da eliminação nas quartas, que vitimou equipe feminina, e jogará contra México ou Coreia do Sul

O Brasil venceu o Egito por 1 a 0 nas quartas de final do futebol masculino e garantiu a disputa por medalha em Tóquio 2020. Em partida na manhã deste sábado (31), a seleção masculina jogou bem, confirmou o favoritismo e afastou o fantasma de eliminação nas quartas, que já vitimou a equipe feminina um dia antes.

O duelo começou parado, com poucas chances de cada lado. O Egito pressionou a saída de bola do Brasil, que não viu o meio campo funcionar nos primeiros minutos do jogo. Com a diminuição do ritmo de marcação, o ataque formado por Antony, Matheus Cunha e Richarlison começou a infernizar os zagueiros.

Brasil vence Egito e se garante nas semifinais do futebol masculino (Foto: Lucas Figueiredo / CBF)

O primeiro lance de perigo do trio veio após passe longo da defesa, em conexão direta com Richarlison. Livre, ele deixou Antony no um contra um, para o atacante chutar levando perigo à meta egípcia.

Depois de mais 15 minutos de jogo morno, Richarlison voltou a aparecer, desta vez na ponta esquerda. Em linda jogada, o atacante driblou um, deu rolinho em outro e deixou Matheus Cunha livre para o chute na entrada da área. A tentativa foi bloqueada no último instante pela defesa.

A dobradinha se repetiu poucos minutos depois, no mesmo roteiro: Richarlison driblando na esquerda e encontrando o camisa 9. Desta vez, Matheus não deu chances à defesa e fez belo gol com chute rasteiro no canto aos 37min.

Segundo tempo

Com o Egito saindo para o ataque, o Brasil voltou ainda melhor no segundo tempo e teve três chances claras de gol em menos de 15 minutos. Todas foram desperdiçadas. A seleção masculina ainda viu o goleador Matheus Cunha sair lesionado, mas manteve o controle do jogo.

Já os adversários levaram pouco perigo no início da segunda etapa. Com a exceção de jogada anulada por impedimento, algumas poucas bolas cruzadas pelo Egito mostraram desorganização da defesa brasileira e trouxeram perigo, mas não foram suficientes.

O Brasil ainda levou perigo em outros lances, mas falhou na hora de chutar e acabou passando por leve sufoco. Os egípcios ensaiaram pressão nos minutos finais, mais uma vez levantando bolas à área, mas acabaram derrotados pelo placar mínimo.

Com a vitória, a seleção masculina enfrentará às 5h (horário de Brasília) da próxima terça-feira (3) o vencedor da partida entre México e Coreia do Sul, que jogam neste momento. Campeão olímpico na Rio 2016, o Brasil é, junto com a Espanha, um dos favoritos ao ouro.

Anúncio