Copa América: Peru vence Colômbia e mantém Brasil na ponta do Grupo B

Desfalcada por casos de covid-19, Venezuela arranca empate com Equador

Brasília – O Brasil folgou neste domingo (20) pela terceira rodada da Copa América, mas permaneceu na liderança do Grupo B. A Colômbia, única seleção que poderia ultrapassar o escrete nacional, foi superada por 2 a 1 pela seleção do Peru, no estádio Olímpico de Goiânia.

blank

Os colombianos permanecem na segunda posição da chave, com quatro pontos, enquanto os peruanos somaram os primeiros três pontos na competição e subiram para o terceiro lugar. Os quatro primeiros colocados se classificam às quartas de final.

O Peru saiu na frente aos 16 minutos do primeiro tempo. Sergio Peña aproveitou o rebote de um chute de fora da área do também meia Yoshimar Yotún (ex-Vasco) que parou na trave, e mandou para as redes. Na etapa final, aos cinco minutos, o atacante Miguel Borja entrou na área e foi derrubado pelo goleiro Pedro Gallese. O próprio Borja – vinculado ao Palmeiras – converteu a penalidade e deixou tudo igual.

O gol da vitória peruana também teve participação de jogadores com histórico no futebol brasileiro. Aos 19 minutos, o meia Cristian Cueva (ex-São Paulo e Santos) bateu escanteio e o zagueiro Yerry Mina (ex-Palmeiras) desviou contra a própria meta. Os colombianos pressionaram atrás do empate, mas pecaram na finalização e pararam em defesas de Gallese.

Ambas as seleções voltam a campo na quarta-feira (23). Às 18h (horário de Brasília), o Peru enfrenta o Equador, novamente em Goiânia. Em seguida, às 21h, a Colômbia encerra a participação na primeira fase contra o Brasil, no estádio Nilton Santos, na zona norte do Rio de Janeiro.

Também neste domingo (20), no Nilton Santos, a Venezuela ficou no 2 a 2 com o Equador. A seleção vinotinto, que disputa a Copa América desfalcada de 13 jogadores infectados pelo novo coronavírus (covid-19), ficou duas vezes atrás no placar, buscou o empate e contou com outra atuação decisiva do goleiro Wuilker Fariñez, herói da igualdade sem gols com a Colômbia, na sexta-feira passada (18), em Goiânia.

Com um ponto em dois jogos, o Equador é o último do Grupo B. A Venezuela, que folgará na quarta rodada, aparece uma posição à frente, em quarto, com dois pontos em três partidas.

Os equatorianos abriram o marcador aos 38 minutos do primeiro tempo, com o meia Ayrton Preciado, no bate-rebate na área. Na etapa final, o volante Edson Castillo empatou de cabeça aos cinco minutos.

Aos 24, o meia Cristian Cásseres Jr. acertou a trave e quase virou o placar. Na sequência, aos 25, o meia Gonzalo Plata insistiu duas vezes para vencer Fariñez e recolocar o Equador à frente. A Venezuela não desistiu e igualou novamente aos 45 minutos, em cabeçada do lateral Ronald Hernández. Nos acréscimos, Fariñez ainda salvou a equipe vinotinto em tentativa de cabeça do atacante Fidel Martínez (ex-Cruzeiro).

Anúncio