Corinthians cede empate ao Vitória no final e chega a 5 partidas sem vencer

Depois de conseguir a virada aos 45 minutos do segundo tempo com Roger, a equipe acabou sofrendo o gol de empate aos 47 após falha geral da defesa

Salvador – O Corinthians esteve muito perto de conquistar três pontos neste domingo (21), mas vacilou e ficou no empate por 2 a 2 contra o Vitória, no estádio Barradão, em Salvador, pela 30.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Depois de conseguir a virada aos 45 minutos do segundo tempo com Roger, a equipe acabou sofrendo o gol de empate aos 47 após falha geral da defesa.

Corinthians cede empate ao Vitória no final e chega a 5 partidas sem vencer (Foto: Daniel Augusto Jr. /Agência Corinthians)

Com o empate na Bahia, a equipe já acumula cinco jogos seguidos sem vencer no Brasileirão. O time soma 36 pontos e não consegue se afastar da zona do rebaixamento. O Vitória tem 33.

Ainda de ressaca pela derrota na decisão da Copa do Brasil, na última quarta-feira, diante do Cruzeiro, o Corinthians começou mal o jogo deste domingo. O time aceitava passivamente a pressão do Vitória e não demorou para sofrer o gol. Logo aos oito minutos, após jogada bem trabalhada, Rhayner chutou de fora da área e abriu o placar.

O principal problema do Corinthians estava no meio de campo. Faltava fluidez à equipe. Os volantes tinham muita dificuldade para sair jogando e fazer a transição da defesa para o ataque. O meia Pedrinho, por exemplo, mal pegava na bola.

O lado esquerdo, então, passou a ser a válvula de escape da equipe. E foi justamente pelo setor que saiu o gol de empate. Aos 30 minutos, Danilo tocou para Jadson, que pegou de primeira e marcou um golaço.

O gol deu um novo ânimo e, aos 37 minutos, a equipe chegou a fazer o segundo, mas o árbitro anulou corretamente o lance. Após cobrança de falta de Jadson, o zagueiro Henrique estava impedido ao ajeitar a bola para Ralf.

No segundo tempo, o Corinthians recuou a marcação, à espera de um erro do Vitória para sair no contra-ataque, e o técnico Jair Ventura trocou Emerson Sheik por Roger. O Corinthians mudou o estilo de jogo e passou a atuar com um atacante como referência, mais centralizado.

A alteração deu certo e Roger fez o gol salvador aos 45 minutos. O atacante recebeu a bola de Araos nas costas da defesa e bateu cruzado na saída do goleiro. Mas o Corinthians não segurou o placar por muito tempo. Aos 47, em uma falha geral da defesa alvinegra, Jeferson cruzou no meio da área para Fabiano, que cabeceou para Neilton arrematar ao gol e selar o empate.