Coritiba deslancha no 2º tempo, bate Maringá e conquista o Paranaense

Foi o 39º título paranaense do Coritiba, que é o maior campeão do estado

Paraná – Cinco anos depois, o Coritiba voltou a ser campeão paranaense. Neste domingo (3), o Coxa venceu o Maringá por 4 a 2 no jogo de volta da final do Estadual, realizado no estádio Couto Pereira, em Curitiba. A equipe alviverde já havia vencido a partida de ida por 2 a 1 no estádio Willie Davids, em Maringá (PR), na última quarta-feira (30), na qual também saiu atrás e buscou a virada com gols em sequência.blank

blank

(Foto: Guilherme Griebeler/Coritiba)

Foi o 39º título paranaense do Coritiba, que é o maior campeão do estado. A última conquista havia sido em 2017, sobre o Athletico-PR, maior rival. O Maringá, por sua vez, chegou pela segunda vez à final e novamente ficou com o vice-campeonato, assim como em 2014, quando foi derrotado pelo Londrina, nos pênaltis.

Apesar do ímpeto ofensivo iniciar ser do Coritiba, quem abriu o placar foi o Maringá. Aos 15 minutos, o volante Willian Farias errou o passe no círculo central e o Matheus Bianqui aproveitou. O meia saiu em disparada e bateu da entrada da área para vencer o goleiro Alex Muralha.

O Dogão quase ampliou aos 23, mas o arremate do atacante Alemão, de fora da área, parou no travessão. Sete minutos depois, o zagueiro Ronald evitou o empate dos anfitriões duas vezes. Primeiro, ao salvar um chute cruzado do lateral Egídio, pela direita. Depois, ao travar a conclusão do atacante Léo Gamalho, na sobra. Aos 36, nova chance para o Coxa, com Léo Gamalho cruzando pela direita e o atacante Alef Manga completando na pequena área, para fora.

O Coritiba desencantou na etapa final e liquidou o duelo com três gols em sete minutos. No primeiro lance, o atacante Igor Paixão cobrou escanteio, Matheus Bianqui desviou e a bola sobrou para Alef Manga soltar a bomba, quase na pequena área. Aos quatro, o lateral Warley avançou na direita e rolou para Igor Paixão virar o placar. Três minutos depois, Igor Paixão recebeu de Alef Manga na área e fez o segundo dele, isolando-se na artilharia do Paranaense, com sete gols.

O Maringá tentou se reencontrar em campo para diminuir o prejuízo. Aos 32 minutos, o atacante Gui Sales (que entrou em campo um minuto antes) completou para as redes o cruzamento do volante João Denoni e descontou para os visitantes. A reação, porém, terminou aí. Aos 39, Léo Gamalho dominou na entrada da área e bateu colocado, no ângulo, marcando um golaço para definir o placar e o título do Coxa.

Passada a festa pelo título estadual, o Coritiba volta as atenções à estreia no Campeonato Brasileiro. De volta à Série A, o Coxa recebe o Goiás no próximo domingo (10), às 11h.

Anúncio