Cristiano Ronaldo dá prejuízo de 20 bi à Coca-Cola ao preferir água

Jogador tirou duas garrafas de Coca-Cola de sua frente e pôs uma de água. Com essa atitude, a companhia de refrigerantes perdeu 4 bilhões de dólares

Hungria – O jogador Cristiano Ronaldo dos Santos Aveiro, que atua como extremo-esquerdo ou ponta de lança pela Juventus Football Club – clube de futebol italiano, causou um prejuízo de quatro milhões de dólares para a Empresa Coca-Cola na segunda-feira (14).

Cristiano Ronaldo dá prejuízo de 20 bi à Coca-Cola ao preferir água. (Foto: reprodução/Uefa)

Ao chegar na segunda-feira (14) para a entrevista coletiva que antecipava a partida entre Portugal e Hungria, jogo que ocorreu nesta terça-feira (15), pela Eurocopa, Cristiano Ronaldo viu duas garrafas de Coca Cola em frente ao microfone. Situação mais do que normal, já que a empresa é uma das patrocinadoras do torneio.

Durante a coletiva, a atitude dele demonstrou que seria melhor tomar água do que refrigerante. O reflexo foi imediato. Quando a Bolsa de Valores da Europa abriu na segunda (14), cada ação da Coca-Cola valia 56,10 dólares. Logo depois da coletiva de Cristiano Ronaldo, a ação despencou para 52,22 dólares.

Foi uma queda impressionante de 1,6% no total do valor da companhia na Bolsa europeia.

De acordo com o jornal Marca, da Espanha, o total de patrimônio da Coca-Cola na Europa passou de 242 bilhões de dólares a 238 bilhões de dólares. Perda de 4 bilhões de dólares com o gesto de Cristiano Ronaldo. Cerca de R$ 20 bilhões. A situação mostra a força de marketing de Cristiano Ronaldo.

Anúncio