Delegações do Brasil e Uruguai chegam em Manaus na segunda-feira

Um esquema de segurança e trânsito foi montado para ações durante, antes e depois do jogo que acontece no dia 14

Manaus – As delegações da partida entre Brasil e Uruguai chegam na próxima segunda-feira (11) em Manaus. O jogo acontece no dia 14, na Arena da Amazônia, no bairro Flores, zona Sul da cidade, pela 12ª rodada das eliminatórias da Copa do Mundo FIFA Catar 2022. Um esquema de segurança e trânsito foi montado para ações durante, antes e depois do jogo.

(Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

Na tarde desta sexta-feira (8) a Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP) anunciou o funcionamento do Sistema Integrado de Comando e Controle (SICC) com 1500 agentes de órgãos de segurança estaduais, municipais e federais. Todas equipes estão de sobreaviso, a partir da segunda-feira, o Comando funcionará de maneira presencial.

Um gabinete de crise com 42 servidores será instalado na Arena da Amazônia, a equipe está dividida entre delegados, escrivães, investigadores e apoio operacional. Em caso de registro de ocorrências na área externa da Arena, os casos serão encaminhados ao 1º e 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP) e à Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (DEAAI), que funcionarão como bases principais e apoio.

Para delitos cometidos no interior da arena, os casos serão de responsabilidade da Delegacia de Apoio a Grandes Eventos (Dage), que será instalada no local.

Ao todo, 400 policiais militares estão envolvidos na operação da partida. A equipe fará a escolta das comitivas juntamente com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), além do policiamento nos hotéis e Centro de Treinamento e em todo entorno da Arena da Amazônia.

O inspetor Conrado da PRF, durante coletiva de imprensa, pediu a compreensão da população quanto à delegação do time brasileiro.

“Com relação a seleção brasileira, o IMMU é de suma importância porque nós vamos enfrentar um trânsito de expediente normal da nossa cidade e esperamos contar com a colaboração de todos os condutores no momento em que a escolta se aproximar, a escolta não pode parar. É crucial que a população realmente colabore com esse deslocamento” explicou o inspetor.

Todas as plataformas serão usadas para a interdição das vias aos arredores do estádio. Na Avenida Constantino Nery, apenas ônibus estarão autorizados a trafegar, as vias serão fechadas a partir das 12h e só serão liberadas após a dispersão do público no final do evento. Cerca de 70 agentes irão atuar na área.

O Sistema Integrado de Comando e Controle (SICC) ainda contará com as equipes do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM).

Anúncio