FAF lança projeto para financiar futebol do Amazonas

Diretor de marketing da federação, Roberto Peggy revelou que Instituto Rio Negro (ONG socioambiental) ficará responsável por captar recursos para entidade e clubes

Manaus – A Federação Amazonense de Futebol (FAF) anunciou, na tarde desta quinta-feira (31), novidades para o futebol local. Em cerimônia na Arena da Amazônia, em Manaus, para lançar oficialmente o Campeonato Amazonense de 2019, que começa neste sábado (2) com a partida entre Manaus FC e Sul-América, no Estádio Carlos Zamith, no Coroado, a FAF revelou o projeto de marketing ‘Nosso Futebol’ para captar recursos para a instituição.

Além do projeto ‘Nosso Futebol’, FAF informou as novidades para as categorias de base e o Estadual feminino. (Foto: Eraldo Lopes/RDC)

Segundo o presidente da FAF, Dissica Valério Tomaz, a proposta do marketing é ajudar as equipes do Estado a terem patrocínios. “Isso é uma amostra que a federação quer mudar. Nós acreditamos que muitas oportunidades irão surgir, criamos uma identidade visual oficial para o campeonato, então, temos tudo para ter um excelente torneio”, disse Tomaz.

O ex-presidente do Nacional Roberto Peggy é o novo diretor de marketing da FAF e responsável pelo projeto ‘Nosso Futebol’. Ele explicou que a ideia surgiu na problemática de que a própria federação e clubes não conseguem atrair potenciais patrocinadores.

“A novidade é esse projeto de captação de recurso via Lei de Icentivos Fiscais. Nós fizemos uma parceria com o Instituto Rio Negro (Organização Não Governamental-ONG de cunho socioambiental), que possui tudo o que é necessário para receber esse tipo de arrecadação e será responsável para repassar para a FAF e, assim, para os clubes”, explicou Peggy.

“Com o repasse, os clubes terão que apresentar uma contrapartida para essas empresas, que seriam projetos socioambientais, além do investimento nas categorias de base e profissional”, concluiu.

Base e Futebol Feminino

A FAF também apresentou o calendário das competições de base, que ganharam novas categorias, começando pela Sub-9, avançando a cada dois anos, indo até a Sub-21. Os Estaduais agora durarão em média quatro meses.

O futebol feminino do Amazonas também terá competições nas categorias de base. As categorias escolhidas foram a Sub-17 e Sub-19. Essas novidades, segundo a FAF, é uma maneira de incentivar as jovens a praticarem o futebol.