Futebol: Sindicato de Atletas e Fluminense repudiam atos de violência

Seguranças do aeroporto foram agredidos durante desembarque do time

Rio de Janeiro – A violência protagonizada por um grupo de torcedores do Fluminense nesta quinta-feira (17), enquanto o time voltava do Paraguai, após ser eliminado pelo Olimpia (Paraguai) na cobrança dos pênaltis, foi repudiada pelo Sindicato dos Atletas de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Saferj).

(Foto: Reprodução Twitter)

Em nota, a entidade prestou apoio incondicional  ao atleta Felipe Mello, ao treinador Abel Braga e ao presidente Mario Bittencourt, além de se solidarizar aos seguranças, que no cumprimento de suas obrigações foram “covardemente agredidos por um grupo de desequilibrados que se acham torcedores”.blankblank

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por SAFERJ (@saferjoficial)

A diretoria do Fluminense também publicou comunicado, condenando as brigas e a confusão durante o desembarque do time no Aeroporto Internacional Tom Jobim.

 

O Fluminense volta a campo na próxima segunda – feira (21), às 20h (horário de Brasília), para enfrentar o Botafogo. O jogo será no Estádio Nilton Santos e será o primeiro confronto por uma vaga para a final do Campeonato Carioca.

Anúncio