Guerrero se irrita após comparação com Gabigol e diz: ‘Moleque precisa comer muito feijão’

Guerrero responde debate nas redes sociais e afirma ser melhor do que o camisa 9 do Flamengo

São Paulo – Uma discussão paralela à grande final da Libertadores entre Palmeiras e Flamengo ganhou parte das redes sociais nesta sexta-feira (26). Foi uma comparação até inocente entre Gabigol e Paolo Guerrero, dois atacantes importantes da história do time rubro-negro. O peruano não gostou da comparação por se achar muito mais jogador do que brasileiro. “Moleque tem de comer muito arroz com feijão”, disse o peruano numa resposta bem típica no Brasil.

Bastou para os seguidores nas redes “acalorar” o debate em torno desses dois atletas.

Guerrero se irrita após comparação com Gabigol  (Foto: Monatagem / Gilvan de Souza / Alexandre Vidal / Flamengo)

Gabigol teve uma história importante no Santos, foi muito mal na Europa e se recuperou no Flamengo. Guerrero foi grande por onde passou, inclusive Corinthians e Inter. O atacante peruano também não deixou passar que sua experiência na Europa foi bem melhor do que a de Gabigol, que voltou com a pecha de fracassado.

“Tenho gols na Europa pelo Bayern de Munique, gols pelo Hamburgo, campeão mundial fazendo gol na semifinal e na final”, disse o peruano. Guerrero também decidiu o título mundial em favor do Corinthians diante do Chelsea, marcando dois gols. Na última Libertadores vencida pelo Flamengo, Gabigol deixou sua marca ao também anotar os gols do time brasileiro diante do River Plate.

Gabigol tem mais gols do que Guerrero na carreira, com apenas 25 anos. Essa, aliás, foi a comparação meio fora de propósito que gerou a discussão nas redes. O atacante do Flamengo tem 192 gols. Guerrero fez 191.

Anúncio