Mãe de Ronaldinho Gaúcho morre aos 71 anos em decorrência da Covid-19

O ex-jogador da seleção trocou a foto em seu perfil do Instagram por uma imagem escura que sugere luto

Porto Alegre – A mãe do ex-jogador Ronaldinho Gaúcho, dona Miguelina, morreu neste sábado (20) aos 71 anos, em decorrência de complicações da Covid-19. Ela estava internada no Hospital Mãe de Deus, em Porto Alegre, desde dezembro do ano passado.

Segundo o site UOL, um familiar de Dona Miguelina informou que ela chegou a ter uma breve evolução, mas teve o quadro piorado nos últimos dias em razão de uma infecção. A informação da internação de Dona Miguelina tinha sido divulgada pelo próprio ídolo do futebol em dezembro, através de uma publicação através das redes sociais.

(Foto: Divulgação)

“Queridos amigos, minha mãe está Covid-19 e estamos na luta para que ela se recupere logo. Ela está no centro de tratamento intensivo, recebendo todos os cuidados. Agradeço desde já as orações, as energias positivas e o carinho de sempre. Força mãe”, disse Ronaldinho em dezembro.

Até o momento, o ex-jogador da seleção não se pronunciou oficialmente a respeito da morte da mãe. No entanto, Ronaldinho trocou a foto em seu perfil do Instagram por uma imagem escura que sugere luto.

Anúncio