Manchester United anuncia saída do atacante Cristiano Ronaldo

Cristiano Ronaldo se concentra para estrear com Portugal nesta quinta-feira (24), às 13h (de Brasília), contra Gana

Inglaterra – O Manchester United anunciou nesta terça-feira (22) que o atacante português Cristiano Ronaldo não joga mais pela equipe. Segundo o gigante inglês, a decisão da saída do craque foi tomada “de comum acordo”.

(Foto: Reprodução – Instagram @manchesterunited)

“Cristiano Ronaldo deixa o Manchester United em comum acordo, com efeito imediato. O clube o agradece por sua imensa contribuição em duas passagens por Old Trafford”, disse o Manchester, em um lacônico comunicado distribuído pelas redes sociais.

A situação de CR7 no Manchester ficou insustentável após o jogador criticar duramente o clube em uma entrevista pouco antes de se reunir com Portugal para a disputa da Copa do Mundo.

Na entrevista ao jornalista Piers Morgan, CR7 disse que estavam forçando sua saída do United, e, por isso, ele se sentiu traído. “Não só o técnico, mas outros dois ou três caras no clube. Eu me senti traído. Sinto que algumas pessoas não me queriam aqui”, explicou.

O português revelou que não tinha respeito pelo treinador, Erik ten Hag, já que holandês também não o respeitava. “Não tenho respeito por ele porque ele não demonstra respeito por mim. Nunca vou ter respeito”, completou.

Ídolo do Manchester United na primeira década dos anos 2000, Cristiano Ronaldo voltou ao clube no início da ultima temporada, depois de uma passagem sem tanto brilho pela Juventus. Mas tudo deu errado para o jogador.

No ano de seu retorno, o Manchester United fracassou em seus objetivos, mas principalmente com um desempenho abaixo da média na Premier League. Com a campanha ruim, o clube encerrou a campanha na 6ª colocação e não se classificou para a Champions League, torneio que é a grande obsessão de Cristiano.

Aos 37 anos, CR7 tinha o desejo de disputar a principal competição de futebol da Europa com o objetivo de estar o mais preparado possível para o nível de competitividade da Copa do Mundo. Com isso, os primeiros rumores sobre um pedido de saída do camisa 7 dos Red Devils começaram a surgir ainda na pré-temporada.

Nesse período, os ingleses haviam contratado o técnico Erik ten Hag, que havia feito um bom trabalho no Ajax, para comandar um projeto esportivo ambicioso e pôr o Manchester United nos trilhos. Mas a crise entre o treinador e o jogador começou cedo.

O Manchester United optou por iniciar sua pré-temporada com uma excursão na Ásia para a realização de amistosos. No entanto, Cristiano Ronaldo decidiu não viajar com o elenco e alegou que permaneceria em Portugal por questões pessoais.

No fim de julho, o veterano vestiu a camisa do Manchester United em 2022/2023 pela primeira vez em um amistoso contra o Rayo Vallecano. Após ter iniciado como titular, o português foi substituído no intervalo e deixou o Old Trafford antes do fim da partida. O fato havia irritado Ten Hag, que manifestou o descontentamento de forma pública.

Em outubro, o atleta implantou uma nova crise no Manchester United. Além de se recusar a entrar em campo, o jogador foi para o vestiário antes do fim de uma partida e deixou o Old Trafford sem comemorar com seus companheiros.

Tudo culminou na polêmica entrevista, que acabou decretando o fim da passagem de CR7 pela equipe que o projetou para o mundo.

Agora desempregado, o craque se concentra para o principal objetivo da temporada: levar Portugal a um inédito título da Copa do Mundo. A estreia acontece nesta quinta-feira (24), às 13h (de Brasília), contra Gana.

Anúncio