Mesmo com gols anulados, Chile vence nos pênaltis e chega à semifinal

No decorrer da partida, na noite desta sexta-feira (28), os chilenos tiveram dois gols corretamente anulados pelo juiz argentino Néstor Pitana com auxílio do VAR (árbitro de vídeo)

Rio de Janeiro – Após um empate sem gols no tempo regulamentar, o Chile venceu a Colômbia por 5 a 4 na cobrança de pênaltis para avançar às semifinais da Copa América. No decorrer da partida, na noite desta sexta-feira (28), os chilenos tiveram dois gols corretamente anulados pelo juiz argentino Néstor Pitana com auxílio do VAR (árbitro de vídeo).

Na próxima fase o Chile enfrenta o vencedor de Uruguai e Peru, que neste sábado (29) se enfrentam na Fonte Nova, em Salvador, a partir das 16h (horário de Brasília).

Chile venceu a Colômbia por 5 a 4 na cobrança de pênaltis (Foto: Ueslei Marcelino/Reuters/Direitos Reservados)

O jogo

Os 44.062 torcedores que foram nesta sexta-feira à Arena Corinthians acompanharam um jogo muito movimentado. A primeira boa chance foi do Chile. Aos 11 minutos Fuenzalida avança pela direita e cruza para Aránguiz, que cabeceia para bela defesa do goleiro Ospina.

O time chileno continuou mandando no jogo e quase conseguiu chegar ao primeiro gol aos 15 minutos. Vidal toca em profundidade para Alexis Sánchez na ponta esquerda. Beausejour ultrapassa o atacante, recebe a bola e cruza para o meio da área. Ospina e Davinson Sánchez se enrolam e Aránguiz aproveita para chutar para o fundo do gol. Mas o VAR chama o juiz argentino Néstor Pitana para informar que houve impedimento de Sánchez no lance. Assim o gol foi anulado.

A primeira oportunidade clara dos colombianos saiu aos 24 minutos. O atacante Falcao Garcia recebe na entrada da área, gira em cima do marcador e chuta errado.

Aos 34 minutos a chance é do Chile. Beausejour cruza para a área para cabeçada perigosa de Maripán. Mas a bola vai por cima do gol.

Quatro minutos depois os chilenos voltam a chegar com perigo. Vargas recebe passe em profundidade na área e chuta cruzado. Mas o zagueiro Mina corta a finalização.

Aos 40 minutos quem tem a chance de marcar é o meia Vidal. Ele recebe passe de Alexis Sánchez na entrada da área e chuta colocado. Porém, a bola vai para fora por pouco.

Assim, mesmo com várias oportunidades de lado a lado, a igualdade sem gols se mantém até o intervalo da partida.

Jogador chileno Arturo Vidal comemora vitória na Copa América 2019 (Foto: Amanda Perobelli/Reuters/Direito Reservados)

Segundo tempo sem gols

No segundo tempo a Colômbia começa melhor e tem a primeira oportunidade aos 2 minutos. O meia James Rodríguez cobra uma falta com perigo, mas a bola acaba indo para fora por muito pouco, assustando o goleiro Arias.

O Chile responde aos 6 minutos. O atacante Eduardo Vargas chuta com violência para defesa em dois tempos de Ospina.

E os chilenos chegam com perigo novamente, agora com Alexis Sánchez aos 14 minutos. O atacante recebe passe em profundidade de Aránguiz, parte livre desde a intermediária e chuta colocado, mas para fora. Porém, o árbitro assinala impedimento do jogador do Manchester United.

Aos 25 minutos do segundo tempo, o Chile chega novamente com perigo. Alexis Sánchez recebe na área, toca para Maripán, que, de peito, entrega a bola para Vidal. E o volante chuta cruzado para o fundo do gol da Colômbia. Mas o gol é anulado pelo juiz, com auxílio do VAR, por causa de toque de mão de Maripán. O segundo gol anulado do Chile na partida.

Mesmo protagonizando um jogo muito movimentando, nem Chile nem Colômbia conseguem aproveitar as chances criadas no tempo regulamentar. Com isso a partida vai para a disputa de pênaltis.

Decisão nos pênaltis

A Colômbia começa a série de cobranças de pênaltis com James Rodríguez. O meia bate com categoria para vencer o goleiro Arias. A primeira cobrança do Chile é de Vidal, que bate com violência no ângulo para empatar. Cardona cobra colocado para colocar novamente a seleção colombiana em vantagem. Pelo Chile, Vargas chuta com força para vencer Ospina. O terceiro colombiano é Cuadrado, que chuta colocado para fazer o seu. O volante Pulgar bate no centro e empata para o Chile. Na quarta cobrança da Colômbia, Mina faz o seu. Chega então Aránguiz, que não desperdiça. Na quinta cobrança da Colômbia Tesillo bate para fora. Com isso, Alexis Sánchez cobra com muita categoria para classificar o Chile para a semifinal da Copa América.

Ficha técnica:

Sexta-feira, 28 de junho de 2019

COLÔMBIA X CHILE

Competição: Copa América (quartas de final)

Local: Arena Corinthians, São Paulo.

Juiz: Néstor Pitana (Argentina).

Colômbia: Ospina; Medina, Mina, Davinson Sánchez e Tesillo; Barrios, Uribe (Cardona), Cuadrado e James Rodríguez; Falcao (Duván Zapata) e Roger Martínez (Luis Díaz). T: Carlos Queiroz.

Chile: Arias; Isla, Medel, Maripán e Beausejour; Pulgar, Aránguiz, Vidal e Fuenzalida (Pavez); Eduardo Vargas e Alexis Sánchez. T: Reinaldo Rueda.

Anúncio