Novatos, Bremer e Ibañez comemoram chance de competir na Copa do Mundo

Amistosos contra Gana e Tunísia marcam primeira convocação de Bremer e Ibañez para a Seleção Brasileira

Brasília – Os zagueiros Bremer e Roger Ibañez são as novidades da Seleção Brasileira para os amistosos contra Gana e Tunísia. Convocados pela primeira vez para a equipe principal, a dupla, em entrevista coletiva em Le Havre, na França, nesta segunda-feira (19), não escondeu o orgulho de vestir a amarelinha e ter a chance de disputar a Copa do Mundo FIFA Qatar 2022 em novembro.

“Estou muito feliz pela oportunidade na Seleção. Sei o peso dessa camisa. É o sonho de toda criança. Faltam apenas 50 dias para a Copa do Mundo e eu venho buscar o meu espaço. Vou dar o meu melhor para mostrar ao professor Tite que sou capaz”, disse Bremer, que foi complementado por Roger Ibañez.

“O Primeiro dia é uma sensação inexplicável de estar ao lado de atletas de grande rendimento e que são exemplos pra gente. É inexplicável”, frisou Ibañez.

Aos 23 anos de idade e com passagem pela Seleção Olímpica, Ibañez comparou o primeiro dia de treinamento ao primeiro dia de escola e elogiou o ambiente encontrado em Le Havre.

“E como se fosse o primeiro dia de aula mesmo. O grupo é muito bom, todos me cumprimentaram sorrindo e me desejaram boas-vindas. Ainda foi só metade do dia, mas já teve muita felicidade”, explicou Ibañez.

Além de estarem com a Seleção Brasileira pela primeira vez, Bremer e Ibañez compartilham outras semelhanças. Ambos atuam em grandes equipes do futebol italiano. Bremer defende a Juventus, enquanto Ibañez é da Roma. Essa experiência adquirida na Europa foi lembrada pela dupla.

“A Itália tem um futebol muito tático e já teve grandes zagueiros como Maldini, Nesta e outros. Para quem joga na defesa, a Itália é o berço. Isso ajuda muito. A Itália é uma das melhores escolas”, analisou Bremer.

Apesar de enaltecer o sistema defensivo jogado na Itália, Bremer e Ibañez têm como grande referência um brasileiro. É Thiago Silva, que foi convocado para as últimas três Copas do Mundo e está atualmente no grupo comandado por Tite.

“Quando eu estava no Fluminense, me perguntaram qual o zagueiro eu admirava. E um dos zagueiros que citei era o Thiago Silva. E agora estou ao lado dele, trabalhando no dia a dia. Quero poder tirar exemplo disso”, finalizou Ibañez.

Anúncio