Organizadas de Palmeiras e Flamengo repudiam preços de ingressos para Libertadores

Bilhete mais barato para a decisão vai custar cerca de R$ 1,1 mil. Decisão acontece no dia 27 de novembro em Montevidéu, no Uruguai

São Paulo – Faltando pouco mais de um mês para a final da Libertadores entre Palmeiras e Flamengo, marcada para dia 27 de novembro, torcedores de ambos os clubes começam a se mobilizar por ingressos para garantir um lugar no Estádio Centenário, em Montevidéu. Entretanto, os valores cobrados nas entradas — o bilhete mais barato custará US$ 200 (cerca de R$ 1,1 mil na cotação atual) — mexeram com os ânimos de quem planejava ir ao jogo. Em resposta, as maiores torcidas organizadas dos finalistas publicaram notas oficiais repudiando o alto custo.

Decisão da Libertadores acontece no dia 27 de novembro em Montevidéu, no Uruguai (Foto: Divulgação/Conmebol Libertadores)

Organizada do Palmeiras

Na terça-feira (19), a Mancha Alvi Verde se posicionou sobre o tema, afirmando que a final será “para a elite”. A organizada ressaltou que poucos torcedores puderam acompanhar a final de 2020, no Maracanã, por causa da pandemia – apenas 5 mil torcedores e convidados estiveram presentes. Menos de um ano após o duelo com o Santos, que garantiu o bi do torneio para o time palmeirense (1999-2020), serão poucos os torcedores alviverdes que vão ter condições de assistir a decisão in loco por causa dos preços. E também da viagem. Não há mais hoteis, por exemplo, na cidade a preços baixos.

“É inadmissível que um torneio da América do Sul, com países de poder aquisitivo baixo, países de terceiro mundo, onde a fome impera, tenha esse custo para o torcedor de futebol. Não podemos esquecer também do reflexo da pandemia, que deixou parte da população em situação financeira ainda pior”, publicou a torcida nas redes sociais.

Organizada do Flamengo

Um dia depois, foi a vez de a Raça Rubro-Negra se manifestar sobre os valores dos ingressos. A torcida organizada do Flamengo pontuou que o preço mais acessível “custa um salário mínimo”, afirmando que o valor praticado ignora a realidade dos países sul-americanos. A final em jogo único também foi duramente criticada pela organizada, que classificou o jogo como “espetáculo para afortunados”.

“De maneira cruel, a entidade responsável por conduzir o rumo do futebol no continente, completamente alheia a realidade, ignorando a crise social e econômica e os reflexos ainda devastadores de uma pandemia global, age de maneira ambiciosa e joga na lata do lixo o sonho de milhares de torcedores.”

Vendas

De acordo com a Conmebol, a partir do dia 27 será aberta a venda de 20 mil ingressos para o jogo entre Palmeiras e Flamengo. Até o momento, o Estádio Centenário conta com 50% da capacidade liberada para o confronto. A “fase de registro” para o torcedor se cadastrar para obter as entradas abre na quarta-feira, dia 20, e fecha no domingo, dia 24.

As vendas dos setores para cada finalista serão gerenciadas pelos clubes com seus torcedores. Cada torcida terá datas e horários específicos para acessar a plataforma e comprar ingressos. Mais informações podem ser encontradas no site oficial da Conmebol.

Anúncio