Ramon Menezes sobre Pré-Olímico: “Prontos para crescer na competição”

Técnico exalta dedicação dos jogadores da Seleção Brasileira na classificação ao quadrangular final do Pré-Olímpico

Rio de Janeiro – A boa atuação da Seleção Brasileira na vitória de virada sobre o Equador por 2 a 1, na segunda-feira (29), em Caracas, deixou o técnico Ramon Menezes muito satisfeito. Ele destacou a evolução da equipe no Pré-Olímpico e disse que esse crescimento continuará na sequência da competição

(Foto:Joilson Marconne / CBF)

A Seleção volta a jogar na quinta-feira (dia 1), contra a Venezuela, no mesmo local em que venceu seus três primeiros jogos do Pré-Olímpico: o Estádio Brígido Iriarte, na capital venezuelana.

Na verdade, essa arena receberá também todas as partidas do quadrangular final, para o qual o Brasil se classificou como líder do Grupo A com uma rodada de antecedência.

“Estamos todos felizes e prontos para crescer na competição. Agora, já classificados para o quadrangular, vamos trabalhar para recuperar nossos atletas e pensar no jogo contra a Venezuela, que é muito importante.”

Em entrevista coletiva no estádio, Ramon voltou a mencionar o nivelamento do futebol sul-americano, algo que vem se materializando já faz alguns anos.

“Mais uma vez ficou evidente o grande equilíbrio dessa competição; todos os jogos são difíceis e nos deparamos com isso, com muitas dificuldades nas nossas três partidas, contra Bolívia, Colômbia e Equador. Nosso adversário desta tarde tem um ótimo time, sabe fazer uma transição muito forte e gosta de controlar o jogo.”

Ele citou o calor no horário da partida (16 horas, em Caracas) como um fator que precisou ser superado pela Seleção Brasileira.

“Fazia um calor impressionante (em torno de 30 graus). Já tínhamos atuado dias atrás, contra a Bolívia, no mesmo horário. Sabíamos de toda essa dificuldade. Mas nosso objetivo era conseguir a classificação já no terceiro jogo e isso foi concretizado.”

Ramon explicou algumas das substituições feitas no jogo com o Equador. Disse que optou por Gabriel Pec no segundo tempo, na vaga de Maurício, para agredir mais o adversário pelo lado esquerdo. A entrada de Marquinhos, no lugar de Endrick, foi para fazer o mesmo do lado direito. Também mencionou a troca de Gabriel Pirani, autor do gol da vitória, por Rikelme.

“O Pirani é inteligentíssimo, é um jogador de muita movimentação, ora por dentro pelo lado esquerdo, ora pelo lado direito. Ele tem uma capacidade de improviso muito boa e sabe segurar bem a bola.”

Anúncio