São Paulo derrota Cuiabá de virada e amplia sequência de vitórias como mandante

Agora, o time de Rogério Ceni tem dez vitórias consecutivas como mandante

São Paulo – Neste domingo, o São Paulo derrotou o Cuiabá por 2 a 1, de virada, no Morumbi, em jogo válido pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. Os visitantes abriram o placar com Jenison, e o Tricolor buscou o triunfo com gols de Calleri, de pênalti, e Nikão (seu primeiro pelo clube, após 18 jogos de jejum), entrando para o G4 da Série A. Agora, o time de Rogério Ceni tem dez vitórias consecutivas como mandante.

(Foto: Reprodução/Twitter/@SaoPauloFC)

O São Paulo foi amplamente superior no primeiro tempo. Acertou bola na trave e fez Walter trabalhar, com Arboleda e Calleri sendo as principai forças ofenivas. No entanto, em bobeira de Arboleda e Léo, o Cuiabá encontrou um espaço nas costas da defesa e abriu o placar com Jenison, pegando rebote da trave.

Na etapa final, o Tricolor manteve o bom ritmo ofensivo e chegou ao empate em pênalti sofrito por André Anderson e convertido por Calleri. Depois de Jonathan Cafu ser expulso aos 29 minutos, o time comandado por Ceni virou em finalização desviada de Nikão.

Tabela e próximos compromissos

Com o resultado, o São Paulo chegou aos 11 pontos, na terceira posição. O time volta a campo na quinta, pela Sul-Americana, contra o Jorge Wilstermann-BOL, às 21h30 (horário de Brasília), no Morumbi. Enquanto isso, o Cuiabá estacionou nos sete pontos, na 13ª colocação. Na quarta, a equipe encara o River Plate-URU, às 19h15, pela Sul-Americana, fora de casa.

Primeiro tempo

A primeira chegada de maior perigo foi do São Paulo, com Patrick descendo pela esquerda e cruzando à meia altura para Calleri, que desviou e parou em defesa de Walter. Na sequência, Pablo Maia arriscou de esquerda de fora da área, e o goleiro do Cuiabá trabalhou novamente.

Depois, foi a vez de Arboleda carimbar a trave esquerda ao cabecear firme após escanteio batido por Welington. Em seguida, um lance muito semelhante: Welington cobrou escanteio pela esquerda, e Arboleda testou para defesa de Walter.

Na primeira chegada do Cuiabá, os visitantes abriram o placar. Aos 32 minutos, Alesson recebeu passe nas costas da zaga, invadiu a área e finalizou na trave. No rebote, Jenison teve apenas o trabalho de mandar para o gol.

Na reta final do primeiro tempo, quase um belo gol do São Paulo. Rafinha fez longo lançamento e encontrou Calleri, que tocou de cabeça e viu Walter fazer bela defesa. Em seguida, Patrick cruzou pela esquerda, e Luciano tentou voleio, mandando para fora.

Segundo tempo

O São Paulo voltou mais ofensivo para a etapa final, com André Anderson na vaga de Pablo Maia. Na primeira chegada, Welington cruzou pela esquerda, Patrick desviou de primeira e levou certo perigo. Na sequência, Luciano deu toque de primeira para André Anderson, que invadiu a área pela direita e chutou cruzado para defesa do goleiro dos visitantes.

Aos 18 minutos, André Anderson foi lançado por Nikão e foi derrubado dentro da área. Na cobrança, Calleri bateu no meio do gol, deixando tudo igual no Morumbi. Aos 29, Arboleda sofreu dura entrada de Jonathan Cafu. Após consultar o VAR, o árbitro expulsou o atacante.

Depois de escanteio batido por Nikão, Arboleda subiu absoluto para cabecear e mandou para fora, levando muito perigo. Aos 36 minutos, Nikão pegou sobra da entrada da área e finalizou de primeira. A bola desviou no meio do caminho e foi morrer na rede.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 2 X 1 CUIABÁ

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo
Data: 15 de maio de 2022, domingo
Público: 27.511
Renda: R$ 1.134.642,00
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Alexandre Vargas Tavares de Jesus (RJ)
Assistentes: Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ) e Thiago Rosa de Oliveira (RJ)
VAR: Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ)
Cartões amarelos: Luciano, Igor Gomes (São Paulo), Marllon (Cuiabá)
Cartão vermelho: Jonathan Cafu (Cuiabá)

GOL:
Cuiabá: Jenison (32 minutos do 1º tempo)
São Paulo: Calleri (20 minutos do 2º tempo), Nikão (36 minutos do 2º tempo)

SÃO PAULO: Jandrei; Rafinha, Arboleda, Léo e Welington (Reinaldo); Pablo Maia (André Anderson), Igor Gomes, Patrick (Nião) e Alisson (Rigoni); Luciano (Éder) e Calleri.
Técnico: Rogério Ceni

CUIABÁ: Walter; João Lucas, Marllon, Paulão e Uendel (Igor Cariús); Marcão Silva, Pepê e Valdívia (Rodriguinho); Alesson (Jonathan Cafu), Felipe Marques (Rafael Gava) e Jenison (André Luis).
Técnico: Luiz Fernando Lubel

Anúncio