Veto da CBF prejudica Arena da Amazônia

Decisão anunciada nesta quinta-feira (27), em conselho técnico da Série A, descarta uso da Arena da Amazônia, que só será utilizada ‘em situações extraordinárias’

Manaus – Os jogos do Campeonato Brasileiro de 2020 na Arena da Amazônia, em Manaus, ou no estádio Mané Garrincha, em Brasília, por exemplo, só acontecerão em situações extraordinárias e por motivo de força maior. A decisão foi anunciada nesta quinta-feira (27), pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Anúncio foi feito pelo presidente da CBF, Rogério Caboclo (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

Dirigentes dos 20 clubes da Série A do Brasileirão participaram nesta quinta, na sede da entidade, no Rio de Janeiro, do conselho técnico da Série A. E uma das mudanças mais importantes é a proibição da venda de mandos de campo, prática recorrente no futebol brasileiro. Só o Flamengo foi contra.

“Claro que eu fui contra a proibição. Eu sou a favor de que os clubes tenham livre arbítrio e façam o que quiserem com o mando de campo deles”, disse Rodolfo Landim, presidente do Flamengo, ao final da reunião. “Afinal de contas, cada clube é independente para poder fazer o que quiser. Não foi a proposta vencedora, mas acho que cada clube deve ter o direito de mandar o jogo em qualquer local”, argumentou.

José Carlos Peres, presidente do Santos, disse que ‘houve uma discussão muito forte’ sobre o assunto, mas que a maioria entendeu que a venda de mando de campos causava desequilíbrio no Brasileirão. Essa, aliás, foi a justificativa de Rogério Caboclo, presidente da CBF, que propôs inicialmente o veto.

Atletas inscritos

Entre as mudanças anunciadas, está, também, a diminuição no número de atletas inscritos.

O limite de inscrições caiu de 45 jogadores, com cinco trocas, para 40, com troca de oito atletas até o dia 11 de setembro.

O árbitro de vídeo será mantido em todos os jogos do Brasileirão, mas com algumas mudanças. Uma câmera extra será colocada na linha de impedimento. Já a ideia do presidente da Comissão de Arbitragem da CBF, Leonardo Gaciba, de centralizar as imagens em uma sede única no Rio de Janeiro, ainda vai demorar.

Os confrontos das 38 rodadas do Brasileirão foram divulgados nesta quinta.

A primeira deve acontecer entre os dias 2, 3 e 4 de maio, que formam a data-base dos jogos de estreia dos 20 times. Atual campeão, o Flamengo receberá o Atlético-MG no jogo que marca a abertura do campeonato. O vice, Santos, jogará em casa contra o Red Bull Bragantino.

Anúncio