VÍDEO: jogador é expulso após levar soco de torcedor e time se retira de campo

Confusão ocorreu na partida entre Millonarios e Tolima; agredido, Cataño empurrou o invasor, que foi detido

Um lance lamentável marcou o futebol colombiano no último domingo (13). Daniel Cataño, meio-campo do Millonarios, foi agredido com um soco na nuca por um torcedor do Deportes Tolima, que invadiu o campo para atacá-lo, minutos antes do início da partida.

Jogador leva soco de torcedor, revida, é expulso, e time se retira de campo na Colômbia. (Foto: Redes Sociais)

O jogador revidou a agressão, e empurrou o invasor, que caiu no gramado, sendo detido pelos policiais. O árbitro da partida, Wilmar Roldán mostrou cartão vermelho para Cataño.

A decisão da arbitragem revoltou os jogadores do Millonarios, que em decisão compartilhada, deixaram o campo, e se recusaram a jogar a partida, válida pela quarta rodada do campeonato colombiano.

Pelas redes sociais, o Millo, tradicional clube colombiano de Bogotá, capital do país, alegou “riscos inerentes” e “dificuldade para garantir a segurança dos jogadores” para explicar a decisão de não entrar em campo. “Os atos de violência devem ser rechaçados com firmeza”, diz o clube em nota.

Cataño, que foi jogador do Tolima por quatro temporadas, denunciou o torcedor, identificado pelo nome Alejandro Montenegro, pela agressão. Ele segue detido em uma delegacia em Ibagué, na Colômbia, até passar por audiência de custódia.

Segundo a imprensa colombiana, é pouco provável que Montenegro permaneça preso, mas entre as punições, ele pode ser banido de todos os estádios de futebol do país.

 

Anúncio