Zagueiro do Atlético-MG, Réver se envolve em briga com torcedor do Cruzeiro; veja vídeo

Torcedor do Cruzeiro teria feito o placar de 6 a 1 ao pedir uma foto com o jogador; confusão foi no Aeroporto de Confins, na Grande BH

Belo Horizonte – O zagueiro Réver, capitão do Atlético-MG, se envolveu em uma briga com um torcedor do Cruzeiro, na noite deste quinta-feira (16), no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, na região metropolitana.

Zagueiro do Atlético-MG, Réver se envolve em briga com torcedor do Cruzeiro (Foto: Reprodução)

O jogador aguardava para embarcar com a família para Porto Alegre quando foi parado por algumas pessoas para tirar foto. O torcedor do time rival, que estava acompanhado do filho, teria provocado o atleta fazendo com os dedos o placar de 6 a 1, do confronto antigo entre os times celeste e alvinegro.

Segundo o assessor do atleta, Gustavo Faria, o jogador não gostou e reclamou da provocação. Logo em seguida, o homem partiu para cima do zagueiro, que tentou se defender. Em um vídeo divulgado pelas redes sociais, o jogador aparece sem camisa no saguão do aeroporto, escoltado pelos seguranças.

“Ele iria embarcar agora. Primeira dia de férias. Uma pessoa pediu para tirar foto e ele, como toda presteza, parou. A pessoa, que descobrimos depois que é cruzeirense, fez uma brincadeira de mau gosto. O Réver não gostou. Eles começaram uma discussão. A pessoa estava alterada e quis brigar”, explicou o assessor sobre o caso.

Já o torcedor envolvido deu outra versão da confusão. Segundo ele, Réver, que estava bêbado, agrediu a família dele.

“Nós estamos indo para um hospital em Sete Lagoas. Meu filho está com um dedo machucado e minha esposa vai fazer o raio-x no braço”, contou o homem por áudio.

A assessoria do jogador negou que ele estive alcoolizado. Rever foi levado para o Centro Integrado de Segurança Pública para dar esclarecimentos e não comentar o caso com a imprensa.

Depois de prestar depoimento, o jogador e o torcedor foram liberados. Por orientação do departamento jurídico do Atlético-MG, Rever fará um exame de corpo de delito, pois, durante a briga, teve lesões leves nos braços e no pescoço.

Pelas redes sociais, o clube alvinegro disse que “está fechado com o seu capitão” e considerou que as agressões e insultos não foram dirigidos ao jogador, mas toda a “massa atleticana”.

Anúncio