Índio de 14 anos é atração do Amazônia Wakeboarding

Jair Paulino, o ‘JAJA’, é atleta de wake há 9 anos. Ele disputará na categoria profissional e promete dar o melhor de si na prova, a ser realizada no próximo sábado (31), na zona oeste de Manaus

Manaus – Índígena da etnia Karapanã, Jair Paulino de Souza, de apenas 14 anos, é um dos destaques da 8ª edição do Campeonato Amazônia Wakeboarding. O evento será realizado no próximo domingo (31), no Sítio Alcatraz, na Estrada da Vivenda do Pontal, bairro Tarumã, zona oeste de Manaus.

‘JAJA’, como é conhecido no ‘mundo aquático’, vai competir na categoria profissional e promete dar o melhor de si na prova. “É a minha primeira disputa nesta categoria, aqui em Manaus. Atualmente, no cenário nacional, eu participo na categoria open. Então, estou me preparando muito pra fazer uma boa participação no fim de semana”, destacou ‘JAJA’.

‘JAJA’ promete fazer ‘passadas’ radicais durante a disputa do dia 31 (Foto: Divulgação)

Apesar da pouca idade, o jovem já acumula no currículo expressivas conquistas no âmbito nacional, como: primeiro lugar na categoria avançado, conquistado em Manaus, em 2015; primeiro lugar na categoria júnior, etapa do Brasileiro de Nova Lima (MG), em 2017; além da primeira colocação, categoria adulto, no Circuito Brasileiro de Wakeboard, de Araraquara (SP), em 2017.

Ao GRUPO DIÁRIO DE COMUNICAÇÃO (GDC), o atleta salientou que as conquistas não são por acaso. “Eu treino quatro vezes por semana, sendo 30 minutos por dia, no Rio Tarumã Açú. Meu pai é quem me ajuda, pois ele puxa a lancha pra eu executar as manobras”, frisou. Questionado sobre um possível concorrente de peso no Amazônia Wakeboarding, ‘JAJA’ foi taxativo: “Nenhum adversário específico. Seja com quem for, farei a minha parte para vencer na categoria profissional”. O amazonense concluiu apontando que está preparando uma bela apresentação. “Estou treinando as passadas do wake, que é um conjunto de manobras feitas cinco na ida e cinco na volta da lancha”, revelou ‘JAJA’.

Anúncio
Anúncio