Inscrições para Escolinhas de Iniciação Esportiva são prorrogadas

As modalidades tênis de mesa, atletismo, vôlei de praia, handebol, futsal, boxe, basquete, xadrez, voleibol, ginástica rítmica e ginástica artística continuam com vagas abertas

Manaus – As inscrições para as Escolinhas de Iniciação Esportiva do governo do Amazonas, administradas pela Fundação Amazonas de Alto Rendimento (Faar), foram prorrogadas até o dia 20 de fevereiro. Desde o início das matrículas, no último dia 5, até a manhã desta quinta-feira (13), 503 crianças e adolescentes já foram matriculadas. Foram oferecidas vagas para 12 modalidades e, atualmente, 11 ainda têm disponibilidade.

As Escolinhas funcionam como uma peneira para que novos talentos esportivos sejam detectados (Foto: Mauro Neto/Divulgação)

Entre as modalidades ainda com vagas disponíveis estão tênis de mesa, atletismo, vôlei de praia, handebol, futsal, boxe, basquetebol, vôlei, xadrez, ginástica rítmica e ginástica artística. As turmas de judô já estão com suas capacidades totais preenchidas.

As turmas são destinadas para alunos com idade entre 5 e 14 anos. As aulas serão realizadas na Vila Olímpica de Manaus, no bairro Dom Pedro, zona centro-oeste, nos turnos matutino e vespertino, com início programado para o dia 2 de março.

As inscrições são efetuadas no Protocolo de Matrícula, no auditório da Vila Olímpica de Manaus. O atendimento esta semana vai até a sexta-feira (14), das 8h às 11h e das 14h às 17h, e será retomado na próxima segunda-feira (17), nos mesmos horários. Já o atendimento especial, que havia sido programado para sábado (15), não ocorrerá mais.

Oportunidade

Para o coordenador do Centro de Treinamento de Alto Rendimento do Amazonas (Ctara), Tadeu Picanço, a extensão do prazo dará uma oportunidade maior para aqueles que ainda não conseguiram se inscrever. “Ainda temos vagas disponíveis em várias modalidades. Com a extensão do prazo de matrículas, os pais terão um tempo maior para inscreverem seus filhos e até mesmo para buscar uma modalidade diferente da que a criança ou o adolescente costuma praticar”, afirmou.

O diretor técnico da Faar, Adérito Penafort Júnior, ressaltou que as escolinhas são importantes meios de inclusão social, incentivo a práticas esportivas e, principalmente, oportunidade para descobrir talentos.

“Desde o ano passado, quando assumimos a pasta de Esportes, estamos fazendo um trabalho focado no alto rendimento com todas as escolinhas. Elas funcionam como uma peneira para detectarmos talentos e levarmos ao Centro de Treinamento de Alto Rendimento, mas também de inclusão para os alunos no contraturno”.

Anúncio