Jogos de Tóquio: Japão busca meio bilhão de doses de eventual vacina

Serão cinco tipos diferentes de imunização contra a covid-19

Tóquio – O Japão está fazendo um movimento agressivo para garantir uma eventual vacina contra o novo coronavírus (Covid-19), em quantidade suficiente para imunizar quatro vezes sua população. É um esforço do governo japonês para proporcionar confiança de que poderá sediar os Jogos Olímpicos no próximo ano.

Como outros países ricos, o Japão está assinando vários acordos, porque algumas das vacinas podem falhar em testes clínicos ou exigir mais de uma dose. Mas o Japão tem outra coisa em jogo ao preparar uma vacinação em massa: realizar o objetivo do primeiro-ministro Shinzo Abe de receber milhares de atletas e torcedores em Tóquio para os Jogos, adiados este ano devido à pandemia de Covid-19.

No dia em que anunciou sua renúncia ao cargo de primeiro-ministro, Abe procurou tranquilizar o público interno e externo de que o coronavírus está sob controle. Ele prometeu que haverá vacina suficiente para o Japão em meados de 2021 e disse que o país vai atenuar sua proibição de viagens a partir de 1º de setembro.

As várias empresas “provavelmente serão capazes de produzir uma vacina entre o final deste ano e março próximo”, disse o porta-voz do governo, Yoshihide Suga, à Reuters em entrevista esta semana. “Há muitas considerações, mas queremos manter as Olimpíadas a todo custo.”

O Japão busca ter 521 milhões de doses de cinco vacinas diferentes em 2021, em comparação com uma população de 126 milhões.

Anúncio