Projeto social promove aulões gratuitos de artes marciais

Iniciativa da academia Coach Boxe, coordenada por Marcelo ‘Brother’, acontece sempre aos domingos, às 9h, no viaduto do Boulevard

Manaus – Para afastar a população do bairro Presidente Vargas, antiga Matinha, da criminalidade, um projeto social da academia Coach Boxe está promovendo aulões gratuitos, aos domingos, embaixo do viaduto do Boulevard, que fica na zona oeste de Manaus. O projeto atende todas as faixas etárias, a partir dos cinco anos de idade.

Público-alvo do projeto são os moradores do bairro Presidente Vargas (Foto: Yago Frota/GDC)

Segundo o coordenador, Marcelo ‘Brother’, o projeto começou neste ano, quando o instrutor percebeu que muitas pessoas queriam praticar o boxe, mas não tinham condições de pagar a mensalidade da academia. “Foi assim que nasceu esse projeto. Esta é a nossa terceira aula. Antes da pandemia começar, no primeiro aulão, tivemos mais de 50 participantes, agora estamos voltando aos poucos. É gratificante poder auxiliar na formação das pessoas e saber que podemos ajudá-las com o nosso trabalho, com o que amamos”, disse.

O projeto não é somente para a população, mas também para profissionais de educação física que queiram apoiar o propósito, e ainda ganhar mais experiência dando instruções de artes marciais para os participantes do projeto social. “Isso também serve como aprendizado para eles, que já praticam a arte marcial e querem ter uma experiência como professor. Nós precisamos mesmo desse apoio. No primeiro dia tivemos muita gente e quase não conseguimos dar conta”, explicou ‘Brother’.

blank

O projeto atende todas as faixas etárias, a partir dos cinco anos de idade (Foto: Yago Frota/GDC)

O local foi escolhido a dedo. Marcelo conta que agora projeto busca apoio para transformar as áreas que geralmente são utilizadas para utilização de entorpecentes, em locais de treinamento de diversas artes marciais e também para a prática da zumba.

“Os moradores do bairro Presidente Vargas, conhecido como ‘Matinha’, que tenho em meu coração, são carentes de áreas para praticarem um esporte. Os jovens acabam se perdendo no mundo do crime e, neste mesmo bairro, com meus mais de 20 anos de envolvimento com a luta, já foram revelados muitos talentos desta região”, completou.

O coordenador Marcelo Brother já entrou em contato com autoridades para tentar transformar a área, mas ainda não recebeu nenhum tipo de retorno. Agora, ele está fazendo desta a sua causa e pedindo o apoio de quem puder ajudar com o projeto.

blank

Neste domingo (12), aconteceu a terceira aula do projeto da academia Coach Boxe (Foto: Yago Frota/GDC)

“Toda ajuda é bem vinda. Queremos realizar esse sonho para conseguir atender todos os gostos: boxe, Muay Thai, kickboxing e, se conseguirmos montar um tatame, atender nossos amigos do jiu-jitsu. Só queremos apoiar nossos jovens que estão se perdendo no caminho das drogas”, finalizou Marcelo.

Os treinos vão continuar acontecendo aos domingos, a partir das 9h, embaixo do viaduto do Boulevard. Quem quiser apoiar o projeto pode entrar em contato pelo número 98805-4245 e falar diretamente com Marcelo Brother.