Seleção Brasileira de Vôlei recebe fãs em sessão de autógrafos em Manaus

Atletas foram aclamados pelo público, na manhã desta segunda, durante uma sessão de autógrafos realizada no Shopping Ponta Negra. Seleção brasileira enfrente os EUA nesta terça-feira

Manaus – Aplausos, gritos e muita emoção tomaram conta da sessão de autógrafos da Seleção Brasileira de Vôlei, que ocorreu na manhã desta segunda-feira (14), no Shopping Ponta Negra, localizado na zona oeste da capital. A turma de Renan Dal Zotto atendeu os fãs com simpatia, distribuindo fotos, autógrafos, abraços e ainda falaram com a imprensa presente. Entre os atletas, o mais ‘cobiçado’ foi o ponteiro Lucarelli, que teve seu nome ecoado por mais de 200 pessoas que estavam no local.

“Essa é minha primeira vez em Manaus e é uma honra estar aqui. Acredito que a maior surpresa foi ontem, pois chegamos bem tarde e tinha gente esperando, então isso é realmente legal e aqui a gente já esperava um público e ficamos felizes em ver o público aderindo o vôlei. Com esse carinho, a gente se sente querido e tentamos retribuir todo esse carinho que é dado”, disse Lucarelli.

Seleção recebeu os fãs no Shopping Ponta Negra (Foto: Mauro Neto/Divulgação Sejel)

Em entrevista, o ponteiro ainda comentou sobre a disseminação do esporte no Norte do País, através de grandes eventos. “Acho muito legal um jogo desse vir para a região Norte do País, para desenvolver o esporte não somente aqui, como no Brasil todo. Sabemos que a modalidade é concentrada em algumas regiões e ficamos felizes quando isso acontece”, destacou o jogador.

Responsável pelo comando da equipe, Renan Dal Zotto está focado em testar a equipe para avaliar cada vez mais o desempenho de seu elenco. Tanto é, que para o amistoso em Manaus não veio o levantador Bruninho, o oposto Wallace e o central Lucão. Na capital baré, o público poderá prestigiar a atuação de alguns jogadores como de Maurício Borges, Maurício Souza, Isac Viana, Lucarelli, Tiago Brendle e Renan Zanatta.

“Nós temos um grupo homogêneo. Claro que esses três jogadores são super importantes, mas eu preciso em algum momento testar novos jogadores, assim como eu fiz no Ibirapuera, e como vou fazer nos próximos amistosos em Chicago. Podem ter certeza que os garotos estão todos preparados. Por isso, a certeza de um grande jogo amanhã. Essa é sem dúvida uma preparação importante para o nosso último compromisso do ano, que é a Copa dos Campeões, no Japão, em setembro, então cada oportunidade que temos de jogar, de testar os garotos, é sempre muito importante e esse jogo não vai ser diferente”.

blank

Atletas enfrentam os EUA nesta terça-feira, em Manaus (Foto: Mauro Neto/Divulgação Sejel)

O treinador ainda comentou sobre a satisfação de estar em Manaus. “Primeiramente, é um prazer estar aqui em Manaus. Esse é um amistoso internacional muito importante, talvez um dos grandes clássicos do voleibol internacional. Nosso segundo compromisso é aqui e estamos felizes em estar numa Arena que vai estar repleta, com o público jogando junto e isso pra gente é muito bom, principalmente por a gente poder mostrar o que temos hoje no voleibol, e o que temos de melhor. Minha mensagem é que vamos nos doar para fazer um grande jogo”, Renan.

Fãs formaram filas

A sessão de autógrafos da Seleção iniciou às 11h desta segunda, mas desde 7h já tinha fã formando fila para garantir ver de perto os gigantes do vôlei. Esse foi o caso da primeira da fila, a estudante Jamile Borges, de 12 anos, que estava acompanhada da mãe, Marisenia Borges, 45, e da irmã Julia Borges, 18. O trio mora há seis meses em Manaus, veio de Belém (PA), e apesar dos compromissos entre estudo e trabalho, tiraram uma ‘folguinha’ para prestigiar os ídolos.

“Cheguei aqui com antecedência, pois sou fã mesmo, de coração. Esse amor vem de família, que sempre me incentivou a assistir e a jogar vôlei. Sou ponteira na minha escola, e em Belém fazia parte do Sesi, então pra mim é muito importante poder chegar perto dos jogadores. Sou muito fã do Lucarelli e vale a pena cada esforço. Minha mãe liberou de eu ir para aula, mas foi para realizar este sonho”, contou Jamile.

blank

Trio de estudantes comemorou a conquista das camisas autografadas (Foto: Mauro Neto/Divulgação Sejel)

Para a mãe, Marisenia, poder morar numa capital que conta com eventos esportivos é de se comemorar. “Somos de Belém, viemos transferidos, e sempre ficamos em busca de esporte. Lá nós não tínhamos essa facilidade de eventos e aqui é bem maior. Agora lá, com a construção do ginásio poliesportivo vai melhorar, mas estamos felizes em poder acompanhar a programação daqui”, destacou.

O trio de estudantes Yasmin Christine, 15, Kethlen Nascimento, 21 e Andressa Oliveira, 18, foi outro que comemorou a conquista das camisas autografadas e as fotos. “Estamos muito felizes, isso aqui é a realização de um sonho e estou nervosa até agora. Conseguimos tudo que queríamos e vamos guardar para a vida inteira essa lembrança”, disse Yasmim.

A partida é nesta terça-feira

Brasil e Estados Unidos se enfrentam nesta terça (15), para protagonizar um amistoso que prepara para a Copa dos Campeões, um dos campeonatos mais importantes do calendário internacional, que será em setembro, no Japão. O evento acontece no Ginásio Poliesportivo do Amazonas (Antiga Arena Amadeu Teixeira), na Rua Lóris Cordovil, bairro Flores, zona Centro-Oeste, a partir das 20h, e os ingressos estão esgotados.

A ação é uma realização da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), em parceria com a Federação Amazonense de Voleibol (FAV) e recebe apoio do Governo do Amazonas, via Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).