Manauara completa um ano de fundação nesta terça-feira

Manauara consagrou-se campeão invicto da série B do amazonense e conquistou o acesso à primeira divisão do Estadual

Manaus – O Manauara Esporte Clube completa nesta terça-feira (30), um ano de fundação. O Robô em sua estreia no Campeonato Amazonense Série B 2021, consagrou-se campeão invicto da competição e, consequentemente, conquistou o acesso à primeira divisão do Estadual Amazonense de 2022. O presidente do clube, Marcus Souza, falou do sentimento que carrega pelo Robô da Amazônia em sua primeira primavera.

(Foto: Divulgação/MEC)

“Nesse primeiro ano do Manauara o sentimento é de dever cumprido, aprendizados, sucesso e esperança no futuro. Desde o início, o Robô foi criado para valorizar o povo da terra, destacar o futebol amazonense, trazer glória para o nosso querido Amazonas. Um de nossos princípios é o respeito com todos, pois sem uma equipe qualificada, não chegamos em lugar nenhum. Neste dia, só agradeço por todos que acreditam em nosso trabalho. Vamos com fé e foco que os objetivos serão alcançados”, declarou.

O mandatário aproveitou e comentou sobre o futuro do caçulinha do futebol amazonense. Segundo ele, o planejamento para o Barezão 2022 segue a todo vapor.

“Nossa esperança é que o Manauara tenha muitos e muitos anos de conquistas e, por isso, nosso planejamento para o Estadual de 2022 está a todo vapor. Ainda temos um caminho longo e árduo pela frente, porém, com muito trabalho, empenho e dedicação estamos prontos para darmos o nosso sangue dentro e fora de campo”, revelou o presidente do time laranja e preto.

História

O Manauara Esporte Clube nasceu de um sonho, que teve os primeiros passos rumo à realidade no dia 30 de novembro de 2020. Seu escudo, em formato de engrenagem, conta com três estrelas na parte superior. Elas significam indústria, comércio e serviço. Na pegada da indústria, o mascote é um Robô.

Suas cores são branco, preto laranja. O viés fabril do time está ligado ao seu presidente, Marcus Paulo Rodrigues de Souza, empresário de 48 anos, que é do ramo industrial e um verdadeiro apaixonado pelo futebol do Amazonas.

O Manauara traz desde nome, a valorização da terra baré. Isso já é possível notar no elenco composto por jogadores locais.

Anúncio