Manaus FC enfrenta o Jacuipense-BA neste sábado na Arena da Amazônia

O Gavião do Norte está na 6ª posição da competição com 14 pontos e se vencer, se aproxima da zona de classificação para a próxima fase

Manaus – No aniversário da cidade, o Manaus FC entra em campo pela Série C do Campeonato Brasileiro, às 15h, deste sábado (24), para enfrentar a Jacuipense (BA) na Arena da Amazônia. O Gavião do Norte está na 6ª posição da competição com 14 pontos e se vencer, se aproxima da zona de classificação para a próxima fase. O time não vai poder contar com o goleiro Jonathan, que está suspenso.

(Foto: Divulgação / Ismael Monteiro)

Ídolo do time, atuando desde a criação do clube em 2013, o goleiro Jonathan não vai poder entrar em campo no jogo de sábado. Ele levou o 3º cartão amarelo no jogo contra o Botafogo (PB) e está suspenso. O goleiro atuou nos 25 jogos do time na temporada e em apenas uma partida, no dia 15 de março, contra o Nacional, pelo estadual, se machucou e teve que dar lugar ao goleiro reserva, Gleibson, que vai ser o titular para duelo contra Jacuipense.

“A gente sabe da importância desse jogo para gente na competição. Trabalhar para quando for exigido, estar lá e fazer as defesas para sair com o resultado positivo que vai ser importante para nós. Todos os jogos na Série C são difíceis. O jogo lá na Bahia foi difícil pra gente.

Nós vimos os pontos fortes da equipe deles. Tem que ter atenção para a gente fazer o nosso papel. A gente vai trabalhar firme para conseguir a vitória e dar de presente para a cidade de Manaus”, disse Gleibson.

blank

(Foto: Divulgação / Ismael Monteiro)

Além de Jonathan, o esmeraldino não vai poder contar com os volantes Derlan e Rafael Carrilho, que se recuperam de lesão. Por outro lado conta com a volta do também volante Márcio passos que retorna de suspensão. E mais uma vez, vai poder contar com o atacante Hamilton no ataque. Nos últimos três jogos, dois como titular, fez quatro gols. Questionado se ele estava feliz sendo o artilheiro da equipe, ele respondeu que se o Paulinho Simionato, que é os eu reserva, fizer cinco, seis gols, ele também vai ficar feliz.

“Momento de felicidade, não só para mim, como par ao time. Graças a Deus, conseguimos o resultado positivo. Temos outra guerra pela frente. Se deus quiser, conseguir os três pontos que vai ser muito importante para nós. A Jacuipense é uma equipe muito qualificada, com ou sem o Danilo Rios, o jogo vai ser difícil. Nós temos que aproveitar as chances que a gente tiver para sair com a vitória”, disse o atacante Hamilton.

Provável escalação
Gleibson; Edvan, Luis Fernando, Patrick e Tsunami; Márcio Passos, Gabriel Davis, Daniel Costa, Rodrigo Fumaça e Rossini; Hamilton
Técnico: Luizinho Lopes

Jacuipense

A diretoria do Leão Grená informou que registrou cinco casos de covid-19 no grupo, sendo três jogadores; um deles, titular. Os nomes não foram divulgados. Os desfalques certos são o zagueiro Railon, os laterais Radar e Rodrigo Ramos e os meias Danilo Rios e Rafael Bastos. Quem volta ao time é atacante Dinei e do lateral-direito Lucas. Outro que volta é o atacante Thiaguinho, que havia abandonado o treino durante a semana e foi afastado na terça-feira (20). Mas antes da viagem para a capital amazonense, conversou com a diretoria e foi reintegrado ao público. O Leão do sisal é o quinto colocado no Grupo A, com 16 pontos, um a menos do G-4 e cinco a mais da zona de rebaixamento.

Provável escalação
Jordan; Railan, Kanu, Matheus Morais, Vicente; Raniele, Flávio e Eudair; Thiaguinho (ou Popô), Mauri e Dinei.
Técnico: Jonilson Veloso

Arbitragem

O trio de arbitragem é carioca. O principal vai ser Rafael Martins de Sá, auxiliado por
Daniel do Espirito Santo Parro e Rafael Gomes Rosa. Antonio Carlos Pequeno Frutuoso será o quarto árbitro e Reginaldo Vasconcelos Noronha será o analista de campo.

História

As equipes já se enfrentaram três vezes na história. Um empate e uma vitória para cada lado é o retrospecto. Na semifinal da série D do ano passado, jogando em Riachão do Jacuipe (BA), o jogo acabou empatado por 1×1. Thiago de Lima abriu o placar para os baianos e Hamilton empatou para Manaus. Nesse jogo, o lateral do Manaus Negueba escorregou quando ia bater um pênalti e desperdiçou a chance da virada. Na volta, em Manaus, Hamilton marcou de pênalti e levou a equipe amazonense para a final da Série D. Já neste ano, pela série C, em Salvador, o Leão grená venceu por 1×0, gol do zagueiro Kanu.

Anúncio