Manaus FC ‘gira a chave’ e encara o Nacional, na Colina

O Leão da Vila Municipal também precisa da vitória para manter-se entre os quatro primeiros, ocupando a zona de classificação para semifinal do primeiro turno do Estadual

Manaus – Para superar a eliminação na Copa do Brasil, o Manaus FC ‘gira a chave’ e volta suas atenções para o Campeonato Amazonense e, neste sábado (16), encara o Nacional, às 18h, no Estádio Ismael Benigno, a Colina, em jogo válido pela terceira rodada do Campeonato Amazonense. O Leão da Vila Municipal também precisa da vitória para manter-se entre os quatro primeiros, ocupando a zona de classificação para semifinal do primeiro turno do Estadual.

Para este compromisso, o técnico João Carlos Cavalo não contará com dois jogadores: o meia Hamilton, que está suspenso, por ter sido expulso na partida contra o Iranduba, e o atacante Assisinho, que rescindiu contrato com o clube. O comandante disse que a equipe já superou o empate e que não poupará jogadores contra o Nacional.

“Vamos manter a mesma equipe que jogou contra o Vila Nova-GO. Fizemos uma boa partida contra eles e quero continuar com o mesmo ritmo. A única mudança será a entrada do Evair no lugar de Hamilton que não poderá jogar por ter sido expulso no último jogo”, argumentou .

Durante a pré-temporada, as duas equipes fizeram um amistoso e empatara em 0 a 0 (Foto: Janailton Falcão/Manaus FC)

Sobre o Leão da Vila Municipal ter a segunda melhor defesa do Estadual, com apenas dois gols sofridos, Cavalo disse não estar preocupado com isso. “Não tenho nenhuma preocupação com a defesa do Nacional. Temos que nos preocupar com o adversário como um todo. No mais, entendemos que se trata de um clássico em que nenhuma das equipes pode perder”, completou.

Leão Busca 2ª Vitória

O Nacional chega para o confronto recuperado da estreia com uma vitória sobre o Rio Negro na última rodada. O resultado positivo foi elogiado pelo técnico Aderbal Lana que, apesar dos elogios, não tirou o pé do chão.

“Fizemos uma boa partida. Mas a verdade é que ainda estamos montando uma equipe. Ainda dependemos de algumas contratações, mas o Nacional está com os pés no chão quanto a isso. Estamos tendo empréstimos de outros clubes, vantajosos para o clube e estamos trabalhando em cima disso”, disse.

Quanto à equipe que deve ir a campo, neste sábado, Lana afirmou que haverá mudanças por conta das lesões do lateral-esquerdo Guilherme, e o médio volante, Mineiro. O comandante também apontou a possível estreia do meia Fabinho e do volante Paulinho Índio, ambos contratados na última semana.

“A equipe vai sofrer algumas mudanças em virtude das lesões de dois atletas. Isso é certo. Outra alteração pode ser a estreia de dois jogadores, que chegaram esta semana para compor o elenco. Ainda irei conversar com a minha comissão sobre isso, mas teremos que jogar com muita sintonia para vencer o Manaus que, hoje, tem o melhor elenco”, finalizou Lana.

Já o Iranduba e Rio Negro se enfrentam, às 15h, no Estádio Carlos Zamith e fazem a abertura da rodada.